Participamos do

Fábio Carneirinho cria hashtag para recuperar sanfona furtada na Europa

Em turnê pela Europa, cantor Fábio Carneirinho teve parte de sua sanfona furtada; o artista lançou a #DevolvaASanfonaDoCarneirinho para conseguir recuperar o instrumento
03:52 | Set. 21, 2021
Autor Marília Serpa
Foto do autor
Marília Serpa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O cantor e sanfoneiro Fábio Carneirinho, natural de Juazeiro do Norte, teve parte de sua sanfona furtada ao retornar de ônibus para a Suíça. Atualmente, ele está em turnê pela Europa. Pelas redes sociais, o cantor lamentou o ocorrido e lançou a campanha #DevolvaASanfonaDoCarneirinho.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Por meio de áudio enviado à Rádio CBN Cariri nesta segunda-feira, 20, o cantor contou que costuma viajar com a sanfona de cor branca, da marca Giulietti, dividida em duas partes. “Como eu viajo com ela dividida em duas partes, uma das partes sumiu e a gente está tentando localizar. Estou agora na estrada, a caminho de Milão, onde a gente vai tentar ter acesso às câmeras de vigilância onde nós embarcamos e, com isso, tentar localizar a pessoa que pegou esse nosso instrumento”, explica.


Além disso, Fábio e a equipe irão procurar pelo instrumento em lugares onde pode haver comercialização de objetos que são furtados na Europa. O cantor acredita que a possibilidade de alguém ter pego por engano é mínima, uma vez que o objeto estava guardado em uma bolsa em formato da sanfona, sendo muito difícil de ser confundida com uma bolsa comum.

O sanfoneiro e a equipe devem ficar por dois ou três dias em Milão fazendo a busca pela sanfona. "Estamos a caminho, devo chegar em uns 45 minutos, e a gente vai, junto com uns amigos que estão apoiando essa nossa caçada, tentar encontrar o paradeiro", pontua. 

O cantor ainda se apresentará, concluindo a turnê internacional, em Viena, na Áustria, seguindo para Cracóvia, na Polônia. Depois disso, o destino é voltar para o Brasil.

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags