PUBLICIDADE
Cariri
NOTÍCIA

Depoimento de presos de Milagres não será afetado por ataque a Fórum de Juazeiro de Norte

De acordo com nota enviada pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), por ter ocorrido na área externa do prédio, a tentativa de incêndio não teve "maiores consequências" para o fórum

11:44 | 18/12/2018
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]A oitiva dos oito presos suspeitos de participação na tragédia de Milagres não será prejudicada por ataque ao Fórum de Juazeiro do Norte, município vizinho. Grupo criminoso tentou incendiar a sede da comarca, onde os criminosos capturados por envolvimento na ação que resultu em 14 mortes, incluindo seis reféns, estão prestando depoimento na manhã desta terça-feira, 18.
 
[SAIBAMAIS]
De acordo com nota enviada pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), por ter ocorrido na área externa do local, a tentativa de incêndio não teve "maiores consequências" para o fórum. "O fato não prejudicou o regular andamento das atividades do Poder Judiciário na Comarca", informou.

A madrugada foi violenta no Município. Além do fórum, ambulância da Prefeitura de Juazeiro do Norte foi incendiada em frente à casa do motorista. E a sede do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) também foi atacada com dois coquetéis molotov, mas vigilitantes conseguiram interceptar a ação e impedir que as bombas de fabricação caseira explodissem. 

A Prefeitura de Juazeiro do Norte informou que um Boletim de Ocorrência (B.O) sobre todos os ataques já foi formalizado. A Polícia Civil investiga as ocorrências.
 
Depoimentos
 
Os depoimentos dos oito suspeitos estão sendo tomados por integrantes de Vara Especializada em Delitos de Organizações Criminosas, criada como resposta às chacinas de Cajazeiras e do Benfica, ambas neste ano. 

Segundo fonte que acompanha a operação em Juazeiro, o policiamento na Cidade foi reforçado para a primeira audiência de custódia. Contingentes do Batalhão de Divisas, Força Tática e Serviço de Inteligência de Fortaleza foram deslocados até Juazeiro para reforçar a segurança.  

TAGS