Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Polícia Federal combate no Paraná contrabandistas de cigarros

Os investigados usavam dados de pessoas físicas, conhecidas como "laranjas", empresas de fachada e bens adquiridos
10:56 | Jul. 05, 2022
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um grupo criminoso com atuação no contrabando de cigarros e lavagem de dinheiro na região de Londrina, no Paraná, é alvo da operação Parasitas, deflagrada na manhã desta terça-feira, 5, pela Polícia Federal.

Os investigados usavam dados de pessoas físicas, conhecidas como “laranjas”, empresas de fachada e bens adquiridos, para lavar o dinheiro conseguido com o contrabando de cigarros de origem estrangeira. Apurou-se ainda que integrantes do grupo foram presos diversas vezes transportando cigarros paraguaios.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Prática criminosa

Os policiais federais estão cumprindo 20 mandados de busca e apreensão, sendo 17 na região de Londrina, um em Maringá, um em Guaíra, no Paraná; e um em Agudos, no interior de São Paulo, além de três de prisão.

De acordo com a Polícia Federal, durante as buscas foram apreendidos documentos e materiais relacionados com a prática criminosa, bem como veículos adquiridos com o dinheiro proveniente do crime. A Justiça determinou ainda bloqueio de bens móveis e imóveis e de recursos financeiros mantidos nas contas dos investigados até o limite de R$ 15 milhões.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar