Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Delegação da Anvisa realiza viagem para o Cairo para debater sobre área da saúde

As agências regulatórias do Brasil e do Egito concordaram em fortalecer a cooperação entre si

A delegação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realiza, entre os dias 5 e 7 de junho, uma missão no Cairo, capital do Egito, para participar do evento Africa Health ExCon, convenção e feira do setor de saúde. A participação ocorre a convite do próprio governo egípcio. O evento conta com a participação de autoridades reguladoras de todo o mundo

No primeiro dia de atividades, o diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, acompanhou a sessão de abertura do evento, que contou com a presença do presidente egípcio, Abdel Fattah El-Sisi. Na ocasião, o presidente destacou a importância de um ambiente regulatório sólido para a atração de investimentos e o desenvolvimento, além de apresentar as perspectivas para o setor de saúde no Egito.

Ainda no primeiro dia da convenção, a diretora-geral adjunta da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mariangela Simão, mencionou a atuação da OMS nas ações regulatórias das autoridades nacionais. A diretora-geral também parabenizou a iniciativa egípcia de fortalecer suas capacidades na área da saúde em suas diversas vertentes, incluindo a formação profissional e a sustentabilidade econômica.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Posteriormente, Antonio Barra Torres reuniu-se com o Presidente da Agência Egípcia de Medicamentos, Tamer Essam. Ambos acordaram em incrementar a cooperação entre as agências, a partir da assinatura de um memorando de entendimento interinstitucional, em fase final de negociação.

Além disso, foi discutido o processo de avaliação de cada autoridade pela OMS. A agência egípcia foi recentemente avaliada pela OMS, alcançando nível de maturidade satisfatório na regulação de vacinas. A Anvisa, por sua vez, é a autoridade de referência transitória da OMS na regulação de medicamentos e vacinas. Dessa forma, deve submeter-se a uma avaliação em breve, com o objetivo de certificar sua classificação de maneira permanente.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar