Participamos do

Evento marca início das comemorações dos 60 anos da UnB

17:38 | Dez. 15, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Decanato de Extensão da Universidade de Brasília (UnB) realizou hoje (15) uma sessão solene para comemorar os 60 anos da lei federal que permitiu a criação da primeira instituição de ensino superior da capital federal.

O ato marcou também o início das comemorações das seis décadas de funcionamento da universidade inaugurada em 21 de abril de 1962 – dia em que Brasília completava dois anos de existência e apenas quatro meses após o então presidente da República João Goulart ter assinado a Lei nº 3.998, autorizando que uma fundação autônoma fosse instituída para criar e manter a universidade.

Apenas parte das instalações acadêmicas projetadas pelo arquiteto Oscar Niemeyer tinha sido concluída quando o campus foi inaugurado, mas isto não impediu o início das atividades acadêmicas da instituição concebida por educadores como Anísio Teixeira e o antropólogo Darcy Ribeiro para promover os “estudos dos problemas relacionados ao desenvolvimento econômico, social e cultural do país”. Nos primeiros tempos, era comum ver estudantes assistindo aulas ao ar livre, em meio às obras.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A comemoração das seis décadas de funcionamento da UnB se estenderá por todo o próximo ano. Além de uma série de seminários, exposições, mostras, publicações, concursos e apresentações artísticas propostas por uma comissão formada por 63 pessoas, entre membros da comunidade acadêmica, egressos, parlamentares e convidados da sociedade civil, a universidade criou uma campanha institucional para valorizar sua trajetória e pioneirismo em diversas áreas do saber.

Com o mote “Atuante como sempre, necessária como nunca”, a campanha visa a reforçar a “característica institucional de resistência ao mesmo tempo em que projeta o futuro da UnB”, segundo a reitora Márcia Abrahão.

A campanha destaca que os 60 anos da universidade coincidem com o bicentenário da Independência do Brasil e com os centenário de nascimento de Darcy Ribeiro (que foi o primeiro reitor da UnB) e da realização da Semana de Arte Moderna.

“O slogan escolhido para celebrar o aniversário de uma das mais importantes universidades do país e da América Latina, cuja história se entrelaça com momentos marcantes da construção da democracia no país”, destaca trecho do vídeo institucional da campanha.

“Penso que, ao abrirmos os eventos comemorativos dos 60 anos da Universidade de Brasília na data em que o presidente João Goulart sancionou a Lei 3.998, que instituiu a Fundação Universidade de Brasília, corroboramos o entendimento de que não se pode pensar o presente e projetar o futuro dissociado de nosso passado e de nossa história”, disse a decana Olgamir Amancia ao abrir a sessão solene desta manhã.

“Ao resgatarmos este marco histórico, compreendemos o significado da afirmação de que a UnB nasce para transformar e inovar”, completou a decana ao destacar que, já por ocasião da criação da UnB, o presidente João Goulart apontava a autonomia acadêmica e a dotação orçamentária como "condições indispensáveis a uma instituição universitária verdadeiramente livre".  

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags