Participamos do

Prefeito de São Paulo diz que cidade é a capital mundial da vacina

A afirmação se baseia em dados do "Vacinômetro" ,que apontam a imunização de 98% da população paulista; Réveillon e Carnaval 2022 serão realizados na cidade
17:22 | Nov. 21, 2021
Autor Kauanna Castelo
Foto do autor
Kauanna Castelo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, que assumiu o cargo em maio deste ano, após a morte de Bruno Covas (PSDB), disse em entrevista à revista Exame neste domingo, 21 de novembro, que "São Paulo é a capital mundial da vacinação". A fala se baseia em dados do "Vacinômetro", que apontam a imunização de 98% da população adulta paulista contra a Covid-19. O percentual do município supera outros grandes centros do plano, como Nova York e Londres, que imunizaram aproximadamente 80% das pessoas com mais de 18 anos.

As altas taxas de vacinados geraram uma queda média de mortes - atualmente está em 24, a menor desde o fim do ano passado. Devido ao progresso, a vida da população na cidade está quase normalizada. Com o uso da máscara ainda obrigatório, a prefeitura retirou algumas restrições de distanciamento social e retornou com as aulas 100% presenciais. 

De acordo com um levantamento feito anualmente pela consultoria Urban Systems, que analisa seis segmentos econômicos, sendo estes a educação, comércio, serviços, indústria, mercado imobiliário e agropecuária, o ritmo acelerado de vacinação em São Paulo garantiu a capital a primeira posição no ranking das "Melhores Cidades para Fazer Negócios" em três eixos econômicos: comércio, educação e setor imobiliário. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ricardo Nunes pontua que o sucesso no enfrentamento da crise sanitária instaurada pela pandemia do coronavírus se deu pelo modelo de controle adotado pelo estado e pela conscientização da população diante a vacinação. "Em uma cidade com quase 12,5 milhões de habitantes, é preciso uma logística muito grande[...] A população foi muito consciente e se vacinou. Hoje São Paulo é a capital mundial da vacina[...] Não tivemos nenhuma ação pensando em voto, popularidade ou desgaste. Foi na medida”, afirma o prefeito.

Questionado sobre o setor econômico de São Paulo, Nunes afirma que a capital atingiu a marca de um milhão de microempreendedores em setembro deste ano, devido à ajuda do governo em questões como a licença de funcionamento. "Hoje, na cidade de São Paulo, se tiver uma atividade de baixo risco, o empreendedor consegue a licença de funcionamento na hora, algo que demorava de seis meses a um ano.  Teve um momento em que precisamos pedir para o comércio fechar, mas quando foi possível, nós abrimos e tomamos essa medida rápida, com segurança", disse.

Ainda durante a entrevista à Exame, Ricardo Nunes se diz otimista com a realização do Réveillon na Avenida Paulista e carnaval 2022, com público esperado de 15 milhões de pessoas. "A vacina mudou o contexto da pandemia na cidade de São Paulo e está salvando a economia. Dentro do quadro que temos hoje, não teria motivos para não ter o réveillon e o carnaval em São Paulo", destacou. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags