Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Terra Firme: PF deflagra operação contra tráfico de pessoas

14:18 | Set. 14, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Federal deflagrou hoje (14) a Operação Terra Firme, com o objetivo de reprimir a promoção da saída ilegal de brasileiros para os Estados Unidos. Dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal, estão sendo cumpridos nas cidades mineiras de Governador Valadares e Conselheiro Pena.

Segundo a PF, as investigações tiveram início em 2021, “após a abordagem de um veículo que transportava diversos documentos referentes à atividade criminosa em andamento e ao envolvimento de diversas pessoas na promoção de migração ilegal”.  

Durante as investigações, foi constatado que suspeitos de promoverem a migração ilícita “recebiam valores das vítimas e aceitavam como garantia de pagamento notas promissórias, veículos e até eletrodomésticos”.  Durante as ações foram encontrados e apreendidos aparelhos celulares, veículos e bens ofertados por vítimas, como forma de pagamento pela promessa de ingresso em território estrangeiro de forma irregular.

A Operação Terra Firme decorre de um acordo de cooperação policial internacional contra o tráfico de pessoas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Empresário, esposa e 3 filhos estão entre as vítimas de queda de avião

Geral
12:57 | Set. 14, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O empresário Celso Silveira Mello Filho, a esposa Maria Luiza Meneghel, e seus três filhos (Celso, Fernando e Camila) estão entre as vítimas da queda de um avião de pequeno porte, em Piracicaba, no interior de São Paulo, na manhã de hoje (14). Além deles, também morreram o piloto Celso Elias Carloni e o co-piloto Giovani Gulo. As informações foram confirmadas pela empresa Cosan, da qual Mello Filho era acionista.

A aeronave executiva, modelo King Air 360, caiu em uma área de vegetação em Piracicaba, por volta das 9h e provocou um incêndio no local. De acordo com o Corpo de Bombeiros todas as vítimas morreram carbonizadas.

Além de acionista da Cosa, Mello Filho era irmão do presidente do Conselho de Administração da companhia, Rubens Ometto Silveira Mello. O grupo Cosan atua nos setores de agronegócio, distribuição de combustíveis e de gás natural e de lubrificantes e logística.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

SP: queda de aeronave em Piracicaba deixa sete mortos

Geral
11:13 | Set. 14, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma aeronave caiu em Piracicaba, no interior paulista, na manhã de hoje (14). Imagens divulgadas pelo Corpo de Bombeiros mostram um incêndio em um bosque causado pelo acidente.

As informações iniciais da corporação são de uma “aeronave de asa fixa” - um planador ou avião de pequeno porte. Sete pessoas morreram. Os bombeiros atendem a ocorrência com quatro viaturas.

* Matéria atualizada às 11h06 para acréscimo de informações.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

PF prende suspeito de envolvimento em roubo em Araçatuba

Geral
10:48 | Set. 14, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (14), temporariamente, na capital paulista, um suspeito de integrar a quadrilha responsável pelo roubo de bancos em Araçatuba na madrugada do dia 30 de agosto. Além do mandado de prisão, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão em Campinas, três em Piracicaba, dois em Araçatuba, um em Guarulhos e seis em São Paulo.

A ação dos criminosos durou duas horas, com ataques às agências, tiroteio e fuga. Os criminosos fizeram moradores e motoristas reféns, com algumas das vítimas feitas de escudo humano. Veículos foram incendiados para fechar vias e atrapalhar a aproximação da polícia. Além disso, os criminosos usaram drone para monitorar a chegada da polícia e espalharam explosivos pelo centro da cidade, motivo pelo qual a prefeitura suspendeu as aulas e o transporte público na cidade.

Segundo a PF, o detido foi interrogado e encaminhado ao presídio local, onde permanecerá à disposição da Justiça Federal. “Desde o dia dos fatos a Polícia Federal trabalha incessantemente na identificação e prisão dos integrantes da organização criminosa e, nesse momento, espera colher mais elementos em decorrência das buscas realizadas”, informou a PF em nota.

De acordo com as informações, em menos de 15 dias a PF já prendeu oito pessoas envolvidas no roubo. Outras duas, que já haviam sido identificadas, morreram.

As investigações continuam.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

SP: queda de aeronave causa incêndio em Piracicaba

Geral
10:08 | Set. 14, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma aeronave caiu em Piracicaba, no interior paulista, na manhã de hoje (14). Imagens divulgadas pelo Corpo de Bombeiros mostram um incêndio em um bosque causado pelo acidente.

As informações iniciais da corporação são de uma “aeronave de asa fixa” - um planador ou avião de pequeno porte. Não há informações sobre vítimas. Os bombeiros atendem a ocorrência com quatro viaturas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

PF investiga irregularidades no pagamento de seguro-defeso

Geral
09:12 | Set. 14, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Fraudes em benefícios do seguro-defeso estão na mira da Operação Retomada da Polícia Federal nesta terça-feira (14). Na ação, cerca de 60 policiais federais cumprem oito mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal em Goiás, Minas Gerais e no Distrito Federal.

As investigações, realizadas em parceria com a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista do Ministério do Trabalho e Previdência, identificaram uma associação criminosa - com participação de representantes de Colônias de Pescadores - fraudava requerimentos de seguro-defeso há mais de cinco anos.

“Até o momento já foi identificado o pagamento indevido de 35 benefícios a falsos pescadores, totalizando um prejuízo de cerca de R$ 850 mil, no entanto, a expectativa é de que a fraude possa atingir o valor de R$ 34 milhões e envolver aproximadamente 1500 pessoas”, disse a PF em nota.

A fraude no benefício consistia na utilização de documentos falsos para a concessão de seguro-defeso a falsos pescadores, sendo constatado que alguns beneficiários possuem endereços de residências diferentes dos endereços declarados nos pedidos do seguro, outros recebem outro benefício social, como o bolsa-família, ou possuem outra atividade como meio de subsistência, o que é proibido pela lei.

Os envolvidos responderão pelos crimes de estelionato majorado e associação criminosa, com penas que podem variar de três a oito anos de reclusão.

Seguro-defeso

O benefício é pago pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) aos pescadores profissionais artesanais, durante o período de defeso, em que são paralisadas temporariamente as atividades de pesca, em razão da necessidade de preservação de determinadas espécies de peixes.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags