PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Criança morre após explosão de celular ligado na tomada, em Alagoas

Menina de 10 anos estava internada desde o último dia 15 de julho, no Hospital Geral do Estado (HGE), localizado em Maceió, e teve 40% do corpo queimado devido ao acidente

Mirla Nobre
23:11 | 26/07/2021
Menina estava internada desde o último dia 15 de julho, no Hospital Geral do Estado (HGE), localizado em Maceió (AL) (Foto: Divulgação/Carla Cleto/Governo do Estado de Alagoas)
Menina estava internada desde o último dia 15 de julho, no Hospital Geral do Estado (HGE), localizado em Maceió (AL) (Foto: Divulgação/Carla Cleto/Governo do Estado de Alagoas)

Uma criança de 10 anos morreu, nesse domingo, 25, após sofrer queimaduras ocasionadas pela explosão de um celular ligado na tomada. O caso ocorreu no município de Pão de Açúcar, no interior de Alagoas (AL), no último dia 15 de julho. A menina estava internada desde a data, no Hospital Geral do Estado (HGE), localizado em Maceió, e teve 40% do corpo queimado devido ao acidente. Segundo o boletim médico do Hospital, a criança faleceu por causa da complexidade das queimaduras.

O acidente aconteceu quando a menina utilizava os fones de ouvidos enquanto o aparelho celular carregava na tomada de energia elétrica. A explosão do celular provocou um incêndio na casa onde ela morava com a família. No acidente, um bebê de dois anos, irmão da vítima, e a avó materna, também ficaram feridos. O imóvel pegou fogo e ficou parcialmente destruído.

LEIA TAMBÉM | É perigoso usar o celular enquanto carrega? Entenda

 + Para não morrer, motorista de app fingiu estar morta após ser espancada por ladrões em MT

Conforme informações divulgadas pelo portal UOL, as duas crianças, a menina de 10 anos e o irmão, de dois anos, foram socorridos para uma Unidade Mista doutor Djalma Gonçalves, em Pão de Açúcar. Em virtude dos ferimentos, eles foram transferidos para o Hospital de Emergência de Arapiraca (HEA). A menina foi submetida a uma cirurgia, mas o quadro se agravou e ela precisou ser transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde faleceu às 5h40min desse domingo, 25.

O irmão da menina teve queimaduras nas mãos e nos pés e segue internado no no HEA. O boletim médico dele informou que o pequeno não corre risco de vida. A Polícia Civil de Alagoas investiga o caso para apurar as responsabilidades. A marca do aparelho de telefone celular e do carregador não foram informados.