PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Amazonas não registra mortes por Covid pela 1ª vez desde início da pandemia

Apesar de zerar o número de mortes, o estado do Amazonas registrou 719 casos da doença nas últimas 24 horas, além de 13.349 óbitos acumulados.

09:30 | 07/07/2021
Vacinação na aldeia indígena Umariaçu, próximo a Tabatinga, Amazonas. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Vacinação na aldeia indígena Umariaçu, próximo a Tabatinga, Amazonas. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Amazonas não registrou nenhuma morte por Covid-19 pela primeira vez desde 1º de abril de 2020. A informação foi divulgada na última terça-feira, 6, com a confirmação do boletim epidemiológico diário emitido pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) do Estado.

Apesar de zerar o número de mortes, o Amazonas registrou 719 casos da doença nas últimas 24 horas, além de 13.349 óbitos acumulados. Os dados não representam quando os óbitos e diagnósticos de fato ocorreram, mas quando passaram a constar das bases de dados oficiais dos governos.

LEIA MAIS |

Randolfe Rodrigues diz que responsáveis por falta de oxigênio no Amazonas responderão por mortes

Dinheiro contra a Covid bancou gastos de militares

Por volta do dia 14 janeiro de 2021, o Estado vivenciou colapso no sistema público de saúde com falta de oxigênio nas redes públicas e privadas. O insumo seria usado para tratar os casos graves da doença. O número de internações por Covid disparou em Manaus e as unidades de saúde estavam superlotadas.

A situação do Amazonas movimentou a atenção da opinião pública para a região, que registrou 2.786 mortes em um mês. No dia 30 de janeiro de 2021, o Estado teve a sua pior marca de número de óbitos, registando 225 em um único dia

Um homem reage do lado de fora do Hospital 28 de Agosto em Manaus, Estado do Amazonas, Brasil, em 14 de janeiro de 2021, em meio à nova pandemia de coronavírus COVID-19. - Manaus está enfrentando uma escassez de suprimentos de oxigênio e espaço para leitos, pois a cidade foi invadida por um segundo aumento de casos e mortes de COVID-19. (Foto de Michael DANTAS / AFP)
Um homem reage do lado de fora do Hospital 28 de Agosto em Manaus, Estado do Amazonas, Brasil, em 14 de janeiro de 2021, em meio à nova pandemia de coronavírus COVID-19. - Manaus está enfrentando uma escassez de suprimentos de oxigênio e espaço para leitos, pois a cidade foi invadida por um segundo aumento de casos e mortes de COVID-19. (Foto de Michael DANTAS / AFP) (Foto: MICHAEL DANTAS / AFP)

Apesar da aparente melhora, o número de casos continua alto. O Estado marca média de 500 confirmados diariamente e em média, são 25 hospitalizações por dia. A vacinação segue avançando no Amazonas, que possui 3,8 milhões de habitantes. Mais de 2,1 milhões de doses da vacina já foram aplicadas no estado.