PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Professora está entre as 5 vítimas mortas no atentado à escola em SC

Um adolescente que entrou armado com um facão na instituição é apontado como responsável pelo crime. Além da educadora, um agente escolar e três crianças com idades até dois anos foram mortos

Gabriela Almeida
19:40 | 04/05/2021
Professora foi uma das vitimas do adolescente (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)
Professora foi uma das vitimas do adolescente (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Uma professora, identificada como Keli Adriane Aniecevski, 30, está entre as vítimas que morreram nesta terça-feira, 3, no atentado à escola infantil Pró-Infância Aquarela, em Saudades (SC). Um adolescente que entrou armado com um facão na instituição é apontado como responsável pelo crime. Além da educadora, foram mortos um agente escolar e três crianças com idade até dois anos. As informações são do portal de notícias G1.

Segundo reportagem, por volta das 11 horas de hoje diversas ligações foram realizadas à Policia Militar da região, pedindo que agentes prestassem socorro a unidade de ensino, que atende crianças de seis meses a dois anos de idade. O motivo dos chamados teria sido a invasão do jovem, que usou da arma para desferir golpes contra as vítimas e em seguida contra o próprio corpo.

| LEIA MAIS |

Policiais militares são presos por suspeita de associação criminosa em Caucaia

Na CPI da Covid, governistas apresentam requerimentos que miram em Estados

Tatá Werneck desmente morte de Paulo Gustavo; "Nesse momento ele está vivo"

Agentes de segurança foram até o local e conseguiram realizar a apreensão do suspeito, mas não a tempo de impedir que as cinco vítimas que vieram a óbito fossem atingidas. Ao portal G1, parentes de Kelly informaram que ela atuava na unidade de ensino há cerca de 10 anos e a classificaram como uma pessoa "alegre, simpática e carismática", mostrando indignação mediante ocorrido.

O adolescente apontado como responsável pelo crime tem 18 anos e, por ter desferido golpe contra seu próprio corpo, foi levado apresentando estado gravíssimo de saúde a um hospital da região. Agentes do Corpo de Bombeiros do estado se deslocaram até até a unidade de ensino e isolaram toda área.