PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Mãe de Ludmilla denuncia pai da cantora por chantagem e ameaça

A cantora chegou a ajudar financeiramente o pai após saída da prisão, mas parou depois que ele começou a criar rumores de que estava passando fome e a filha não o ajudava

22:46 | 02/03/2021
Silvana afirma que Luiz a acusa de não permitir contato dele com Ludmilla (Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)
Silvana afirma que Luiz a acusa de não permitir contato dele com Ludmilla (Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

A mãe da cantora Ludmilla, Silvana Oliveira, revelou nesta terça-feira, 2, que registrou boletim de ocorrência contra o pai da artista, Luiz Antônio da Silva, por ameaça. Em entrevista exclusiva para o colunista Leo Dias, Silvana revelou que Luiz procura a ex-mulher e a filha pedindo dinheiro e “fica rondando” a casa da família.

LEIA TAMBÉM | Ludmilla "trolla" esposa Brunna nas redes sociais: "Falei que ia fazer clipe beijando outra"

“Há cinco meses, vivo um inferno. Agora, ele arrumou uma advogada e está ameaçando procurar a imprensa, dizendo que está passando fome e com depressão, que só quer um abraço da filha. Mas como ele tem dinheiro para pagar advogada se não tem dinheiro nem para comer?”, relatou Silvana.

“Nas mensagens que me manda, o Luiz até pergunta pela Ludmilla. Mas, no fim das contas, pede dinheiro. Já tive que registrar um boletim de ocorrência porque ele fica rondando a nossa casa. Pedi distanciamento, mas o próprio delegado me orientou que ele não deve parar mesmo com essa medida. Luiz chegou a ir até a porta dos estúdios Globo atrás da Ludmilla, que ficou muito abalada”, continuou.

Silvana afirma que Luiz a acusa de não permitir contato dele com Ludmilla: “Ele acha que sou eu que proíbo. Mas ela não é mais uma criança, é uma mulher de 25 anos. Eu nem poderia proibir. Foi ele quem criou essa barreira. Ele tem outros filhos, mas acha que a Ludmilla tem que bancar ele. Pediu casa, carro e moto e disse que estava decepcionado porque ela não deu. Mas o que ele fez para merecer isso tudo? Ele não quer o amor da filha, só quer o que ela pode proporcionar”.

Histórico familiar conturbado

“O Luiz foi preso quando a Ludmilla tinha 1 mês e 13 dias. A gente estava junto na época, eu ia visitá-lo, levava ela pequenininha para vê-lo. Mas, no decorrer do tempo, percebi que as conversas eram sempre as mesmas e que ele não ia mudar. Ele ficou quatro anos preso e decidi me separar faltando quatro meses para a libertação. Depois disso, ele já foi preso outras sete vezes”, contou a mãe de Ludmilla.

LEIA TAMBÉM | Ludmilla lança clipe da nova música 'Pra Te Machucar'

Segundo Silvana, a cantora recentemente contratou uma advogada para conseguir a liberdade do pai, mesmo com sete anos de condenação restantes: “Ela recebeu uma carta dele e decidiu ajudar. Quando o pai saiu da prisão, Ludmilla montou uma casa. Mas ele tem um vício em jogo muito forte e vendeu tudo. Aí, ela me pediu para comprar tudo de novo”.

“No mês que ele saiu da cadeia, ela deu R$ 9 mil na mão dele. Depois, passou a dar R$ 1,8 mil por mês. Eu avisei que ela estava tratando de forma errada, mas ele ganhava a Ludmilla pelo cansaço. Pedia e ela dava. Mas nunca estava satisfeito, até que ela cansou e decidiu que não queria mais contato”, complementou Silvana.

Silvana conta que tomou para si a demanda de depositar o dinheiro para Luiz. Porém, ele cria rumores de que está passando fome e Ludmilla não o ajuda. “Isso deixa minha filha muito chateada. Decidimos que não daríamos mais nada. Ele é jovem ainda, é forte, pode arranjar um emprego para cuidar da vida dele. Na nossa casa, todo mundo trabalha, até a avó dela”, concluiu.

Nota dos representantes

Em nota enviada à equipe de Leo Dias, a Advocacia Daniele & José, representantes de Luiz, se manifestaram sobre a história:

“O Luiz está passando por uma crise terrível de depressão. Estou tentando fazer com que a mãe da Ludmila deixe que a filha o encontre. O Luiz sempre foi um bom pai, só esteve ausente no tempo em que esteve preso e, talvez por isso, a família se envergonhe dele. Ele tem fotos que comprovam que sempre esteve presente na vida da filha. É lamentável toda esta situação. Ele se encontra com depressão, muito triste e desorientado e está passando necessidades básicas, como alimento diário, pois para um ex-presidiário, mesmo já tendo pago toda a dívida com a Justiça, é complicado arranjar trabalho. O Luiz não pede dinheiro. Ele pede atenção e um encontro com a filha, que nega a possibilidade”.