PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Justiça registra 194 crimes eleitorais nas primeiras horas de votação

10:51 | 15/11/2020
People wait in line to vote in the municipal elections at Rocinha slum in Rio de Janeiro, Brazil, November 15, 2020. REUTERS/Sergio Moraes (Foto: Reuters/Sergio Moraes/Direitos reservados)
People wait in line to vote in the municipal elections at Rocinha slum in Rio de Janeiro, Brazil, November 15, 2020. REUTERS/Sergio Moraes (Foto: Reuters/Sergio Moraes/Direitos reservados)

O Ministério da Justiça informou, por meio de boletim, a ocorrência de 194 crimes eleitorais, até o momento. A maior parte dos registros foi de compra de votos (62). Em seguida, vem boca de urna (56), desobediência às ordens da Justiça Eleitoral (38) e fatos e imputações inverídicas (16).

Também foram registradas concentração de eleitores (9), desordem que prejudique a votação (7), transporte de eleitores (5) e falsidade ideológica (1).

Os 81 crimes comuns relacionados às eleições registrados até o momento foram ameaça (33), furto (3), homicídio (3), tentativa de homicídio (2), lesão corporal (15), porte ilegal de arma de fogo (7) e briga (16).

Foram registrados ainda 14 crimes contra candidatos, entre ameaças (8), homicídios tentados contra candidato (4) e lesão corporal contra candidato (2).

A compilação dos dados é feita a partir do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília, que colhe as informações junto às autoridades federais e estaduais. 

Outros boletins devem ser divulgados ao longo do dia.