PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Prefeitura de São Paulo pede penhora de bens de Roberto Carlos após inquilino do artista não pagar IPTU

Segundo prefeitura, a ação se trata de uma execução fiscal ajuizada em 2019 por falta de pagamento desde 2018. Roberto Carlos tem um imóvel no bairro do Cambuci, São Paulo, que está alugado

10:04 | 10/11/2020
 Roberto Carlos em live no mês de abril de 2020 (Foto: Reprodução)
Roberto Carlos em live no mês de abril de 2020 (Foto: Reprodução)

A Prefeitura de São Paulo entrou com pedido de penhora de bens do cantor Roberto Carlos por falta de pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). A gestão municipal, por meio da Procuradoria Geral do Município, cobra do artista o valor equivalente a R$ 45 mil de dívidas do imposto.

Vale destacar que o pedido de penhora ainda não foi apreciado pelo Poder Judiciário.

As informações são do blog F5 do portal de notícias UOL. Segundo prefeitura informou ao jornal, a ação se trata de uma execução fiscal ajuizada em 2019 por falta de pagamento desde 2018. Roberto Carlos tem um imóvel no bairro do Cambuci, São Paulo, que está alugado.

Ainda conforme portal, o inquilino entrou com um acordo de parcelamento em março deste ano, mas não honrou o compromisso. O débito, entretanto, pode ser regularizado a qualquer momento desde que o inquilino quite na íntegra ou entre com nova rodada de negociações para o parcelamento.

De acordo com a equipe de Roberto Carlos, não haverá penhora, pois o inquilino teria entrado com o pagamento na manhã da última segunda-feira, 9.

A prefeitura afirma que já há a notícia de que existe uma proposta de acordo prévio de parcelamento, feita pelo interessado, mas que ele ainda não teria a concretizado.

LEIA TAMBÉM | Simone ‘pechincha’ e economiza R$ 17 mil nas compras de decoração da nova mansão 

TAGS