PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Mesmo durante pandemia, fim de semana registra festas com aglomerações no Pará e na Bahia

Na Bahia, a PM encerrou uma festa com 3 mil pessoas aglomeradas; já no Pará, um show da cantora Mariana Fagundes reuniu centenas de fãs aglomerados com autorização do município

14:16 | 19/10/2020
Meu Deus, que saudade disso!
Meu Deus, que saudade disso!", comemora em vídeo a cantora Mariana Fagundes. A organização do show no município paraense não informou o número total do público. (Foto: Reprodução) (Foto: Foto: Reprodução)

O fim de semana foi intenso para algumas cidades brasileiras, principalmente Salvador, na Bahia, e Tailândia, no Pará. Nelas, houve registro de aglomerações em festa e show, mesmo durante a pandemia de Covid-19 - doença que já matou 14.004 pessoas nos dois estados.

Em Salvador, a Polícia Militar da Bahia (PMBA) encerrou na madrugada de domingo, 18, uma festa com cerca de três mil pessoas. Do tipo “paredão”, o público era de adolescentes e adultos na faixa dos 25 anos - a maioria sem máscara e aglomerada, afirmou a PM ao UOL.

A corporação foi informada da festa no bairro Arenoso, periferia de Salvador, por denúncia anônima de moradores de uma rua do entorno. Na capital baiana, um Decreto Municipal vigente contra a disseminação da Covid-19 proíbe eventos em espaços públicos com a presença de mais de 50 pessoas.

Salvador contabiliza 89.020 casos confirmados e 2.840 óbitos por Covi-19, do total estadual de 335.351 confirmações e 7.327 óbitos. Os dados são da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesba), atualizados às 11h48min desta segunda-feira, 19.

LEIA TAMBÉM | Superpropagadores de Covid-19: saiba que hábitos causam e como evitar

Pará

 

Já em Tailândia, município no nordeste do Pará, o show com público aglomerado de sábado, 17, estava dentro da lei municipal. A cantora Mariana Fagundes reuniu centenas de pessoas em programação de shows da Expotai 2020, evento promovido pelo Sindicato Rural. Em vídeo compartilhado pela cantora no Instagram, é possível verificar a aglomeração e ausência de máscaras do público.

Ao G1 Pará, a assessoria de Mariana Fagundes afirmou que essa foi a primeira apresentação da artista após oito meses de isolamento. Além disso, a organização da Expotai 2020 alegou que a programação foi autorizada pela Prefeitura de Tailândia e que houve distribuição de máscaras e álcool em gel. Mesmo assim, a organização não informou o número total de pessoas no evento.

Em nota, a Prefeitura de Tailândia afirmou que autorizou a festa já que “a taxa de contágio do novo coronavírus é estável e está com tendência de queda desde o último mês de maio”. Ainda, reforçou que o show não foi encomendado pela Prefeitura, mas pelos “responsáveis da feira agropecuária”.

O último boletim epidemiológico da cidade, publicado na sexta-feira, 16, dá conta de 2.615 casos confirmados de Covid-19 no município e 45 óbitos. A taxa de letalidade é de 1,62%. Já no estado do Pará, os números são de 241.262 confirmados e 6.682 óbitos, atualizados pela Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) nesse domingo, 18, às 18h.

 

TAGS