Participamos do

Mesmo sabendo que era filmado, homem espanca mulher no meio da rua em Ilhéus

Agressor tem pelo menos dez passagens pela Delegacia Especial de Atendimento a Mulher de Ilhéus
10:44 | Out. 15, 2020
Autor Correio
Foto do autor
Correio Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia


Um homem identificado pela Polícia como Carlos Samuel Freitas Costa Filho espancou uma mulher com socos no rosto em Ilhéus, no Sul da Bahia. Um vídeo mostrando o momento do ataque viralizou nas redes sociais nesta quarta-feira, 14. Contudo, não se sabe a data em que o episódio ocorreu.

Nas imagens gravadas por um morador, o agressor e a vítima aparecem conversando encostados em um carro. A mulher pede por diversas vezes que Carlos saia.

“Me solte e vá embora. Você acha que porque você é amigo de polícia... Eu vou dar queixa de você aqui, minha boca está do jeito que está”, disse a mulher.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com informações da TV Bahia, a vítima optou por não registrar Boletim de Ocorrência contra o agressor, o que foi feito independente de sua vontade, segundo a Polícia informou.

Ainda de acordo com os órgãos de segurança, essa é a 11ª ocorrência registrada na Delegacia Especial de Atendimento a Mulher de Ilhéus (Deam) contra Carlos Samuel, que já foi intimado a depor sobre o caso, mas ainda não foi localizado.

Nas imagens, o homem chega a ameaçar a pessoa que está gravando, chamando para a briga. “Cadê o homem que você disse que vai descer? Cadê ele? Manda ele descer que eu quero ver”.

A vítima pede para que o homem não desça e diz que ele não está armado. “Desça não moço, ele não tem nada. É um zé ruela, não tem nada”.

Logo depois, ela volta a pedir para que o agressor deixe o local, mas não é atendida.

“Acabou. Desencosta de mim, pegue sua moto e vá embora. Vá embora, eu vou dar queixa de você”, implorou a vítima.

Carlos então a agride com uma sequência de socos no rosto. Após o ataque, o agressor deixa o local enquanto é xingado e chamado de covarde por pessoas da vizinhança.

Ao Correio, a assessoria da Polícia Civil informou que a equipe da Delegacia Especial de Atendimento a Mulher de Ilhéus "tomou conhecimento do vídeo e vai realizar a apuração".

Do Correio 24 horas para a Rede Nordeste

Atenção: Imagens Fortes

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags