PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Destinos religiosos de SP devem ter movimento reduzido no feriado

15:56 | 09/10/2020
Igrejas voltam a celebrar missas com presença de fieis no Rio de Janeiro. Igreja Matriz de Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, zona sul da cidade. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Igrejas voltam a celebrar missas com presença de fieis no Rio de Janeiro. Igreja Matriz de Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, zona sul da cidade. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

 Um acompanhamento feito pelo Centro de Inteligência e Economia do Turismo (CIET), da Secretaria de Turismo do estado de São Paulo indicou que deve haver pouco movimento para os destinos religiosos católicos do estado de São Paulo no feriado de 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil. O órgão está monitorando as cidades de Aparecida, Guaratinguetá, Cachoeira Paulista, Tambaú e Santo Expedito, desde o final de setembro. Segundo as informações, esses destinos adotaram medidas restritivas ou cancelaram as atividades religiosas (missas e celebrações).

Em Aparecida do Norte, principal destino de romarias no estado de São Paulo, mil pessoas por dia poderão visitar o Santuário, em horários escalonados; até dia 12 não haverá missas e a novena tradicional das 19h será apenas para funcionários e poucos convidados, respeitado o isolamento e o distanciamento. O local é o principal ponto de visitação da cidade, que tem para o final de semana prolongado hotéis com a ocupação variando entre 20% e 25%. Os ônibus de excursão estão proibidos e os tradicionais peregrinos são esperados em pequeno número.

Por meio de nota a prefeitura de Aparecida do Norte informou que a Secretaria de Saúde elaborou por meio do Comitê de Municipal de Crise, diversas ações para uma recepção segura, consciente e preventiva, como a previsão de levar aos turistas que passarem por Aparecida nos próximos dias, orientações e informações de como ter uma boa estadia na cidade e como diariamente em suas vidas se prevenirem da covid-19, zelando pelo seu bem-estar e também dos seus familiares.

Segundo a prefeitura, entre os dias 10, 11 e 12 de outubro, duas ambulâncias e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) estarão à disposição para atendimento 24 horas. No dia 12 o Centro de Enfrentamento Covid-19 estará aberto o dia todo para atendimento, se necessário, além do Pronto Atendimento Municipal, que fica na Santa Casa de Misericórdia.

Pontos de Ação

A prefeitura organizou pontos de ação espalhados pelo município, sendo divididos e pontos de aferição de temperatura (na Feira Livre, com a cinco agentes de saúde, das 8h às 17h e montado e com circulação na Praça Nossa Senhora Aparecida, no Centro Histórico, com de três agentes de saúde, das 8h às 17h) e pontos de atendimento de enfermagem (Centro de Atendimento ao Turista (CAT), com enfermeiro, técnico de enfermagem, agentes de saúde e ambulância de suporte, das 8h às 17h; portal de entrada na Avenida Getúlio Vargas (BR-488), com enfermeiro e técnico de enfermagem, das 5h às 13h; Avenida Itaguaçu (Posto Itaguçu), com de enfermeiro e técnico de enfermagem, das 5h às 13h; Avenida Padroeira do Brasil, com enfermeiro e técnico de enfermagem, das 5h às 13h).

Fiscalização e limpeza

As atividades de preparo da cidade para recepção dos turistas começaram hoje (09) com limpeza de toda a região central pela Frente de Trabalho e lavagem desses locais pelo SAAE. Os serviços de limpeza continuarão ao longo do fim de semana, nas regiões de maior fluxo de turistas, e sempre após o fechamento da feira livre e das lojas no centro histórico e Praça Dr. Benedito Meirelles. Também ocorrerá a lavagem das ruas e calçadas pelo SAAE. O serviço de higienização da feira livre continuará sendo realizado às 18h no sábado, domingo e segunda-feira.

A fiscalização da Secretaria de Indústria e Comércio estará nas ruas, com apoio da Guarda Civil Municipal, da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal, além da Polícia Civil e do CONSEG Aparecida, com intuito de inibir a ação dos malhadores de fitinhas. Em diversos pontos do município, os servidores do Turismo e da Defesa Civil estarão orientando e informando a população.

De acordo com o Centro de Inteligência e Economia do Turismo (CIET), a cidade de Guaratinguetá, onde está o Santuário do Frei Galvão, tem recebido aos finais de semana menos de 20% dos visitantes regulares. Em Cachoeira Paulista, que em situação normal recebe perto de 30 mil pessoas no feriado do dia 12 de ouubro, o Santuário está funcionando com apenas 40% de sua capacidade, o que significa 350 pessoas por missa. Os hotéis não podem ultrapassar o limite de 40% da ocupação e os eventos do Canção Nova, que recebem 1,2 milhão de pessoas por ano, não acontecerão este ano.

Em Tambaú está proibida a entrada de ônibus de romeiros. Para o feriado de 12 de outubro não há programação especial. Os hotéis estão funcionando com 40% a 50% da capacidade e o santuário dedicado ao Padre Donizetti, principal ponto de visitação, com capacidade para mil pessoas, está recebendo apenas 120 por missa, que acontecem duas vezes ao dia e estão sendo transmitidas online, para que as pessoas não precisem sair de casa. O comércio das barraquinhas de souvenires e ambulantes está suspenso para evitar a permanência de turistas na cidade. A trilha do Caminho da Fé está funcionando apenas com agendamento e capacidade máxima de 20 pessoas por dia.

Em Santo Expedito recebe principalmente os chamados “excursionistas” que chegam e partem no mesmo dia. A cidade não tem hotéis e os pequenos restaurantes estão funcionando com 40% a 60% da capacidade. Devido à pandemia, não há nenhuma programação especial no Santuário Diocesano de Santo Expedito, somente uma pequena missa às 19h.