PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Voo circula por 20 minutos e é desviado por falta de funcionário para operar frequência no aeroporto de destino

Uma falha aconteceu por erro de comunicação entre a companhia aérea e a Empresa Prestadora do Tráfego Aéreo (EPTA), que levou à falta do profissional responsável pelo controle do tráfego

Júlia Duarte
10:04 | 09/09/2020
O atraso e o desvio para Curitiba ficaram registrados na plataforma de controle de voo (Foto: Reprodução/Flight Radar)
O atraso e o desvio para Curitiba ficaram registrados na plataforma de controle de voo (Foto: Reprodução/Flight Radar)

Nesta segunda-feira, 7, o que deveria ser um voo tranquilo de uma hora acabou virando um transtorno para passageiros e para tripulação. Um voo da GOL precisou ficar circulando por cerca de 20 minutos e, posteriormente, foi desviado para um destino alternativo, porque não havia funcionário no aeroporto previsto para o pouso para operar a frequência do rádio.

Depois de decolar do aeroporto de Guarulhos/SP, o voo de número G3-9152 deveria pousar em Cascavel, no interior do estado do Paraná. O local não tem um Controlador de Tráfego Aéreo por conta do baixo movimento aéreo no local, mas possui um operador para monitorar e comunicar informações às aeronaves que se aproximam. As informações são do portal Aeroin.

Entretanto, quando a tripulação tentou contato não teve nenhum retorno, ficando sem saber as condições operacionais do aeroporto de Cascavel. Depois de ficar circulando por 20 minutos na espera, o avião seguiu para Curitiba onde pousou às 19h34min, para abastecimento.

Segundo a Transitar, responsável pelas questões de mobilidade na cidade, ao Portal 24 horas, a falha aconteceu por um erro de comunicação entre a companhia aérea e a Empresa Prestadora do Tráfego Aéreo (EPTA), que levou à falta do profissional responsável pelo controle do tráfego. No pequeno aeroporto, a GOL é a única empresa operando no momento e tem voos semanais às terças, quintas e sábados partindo de Guarulhos. A operação excepcional em uma segunda-feira levou à falha de falta de alocação de funcionário no horário da chegada.

Após o pouso em Curitiba, o avião voltou a decolar e chegou a Cascavel por volta das 21h09min. A gestora do Aeroporto, Jocemara Lopes do Amarante, já notificou por telefone a EPTA e aguarda um comunicado oficial da empresa terceirizada, segundo informou o portal local, CGN.

“A Transitar (Autarquia de Mobilidade, Trânsito e Cidadania) informa que o voo extra da Gol deste feriado de 7 de Setembro, vindo de Guarulhos – que deveria ter pousado no Aeroporto Municipal de Cascavel às 18h45 – precisou ser direcionado para Curitiba para abastecimento e deve pousar em Cascavel com atraso, as 21h, devido a uma falha de comunicação ocorrida entre a companhia aérea e a EPTA (Empresa Prestadora do Tráfego Aéreo), o que levou à falta do profissional que faz o controle de tráfego no momento do pouso“, escreveu a entidade.