PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Triatleta olímpico comanda projeto social com 11 centros pelo Brasil

10:11 | 16/08/2020

O ano de 2020 está sendo muito especial para o triatlo brasileiro. Além de nomes jovens que seguem conquistando espaço no circuito mundial, como Manoel Messias (de 23 anos e 45º colocado no ranking), Vittória Lopes (de 24 anos e 23ª no ranking mundial) e Luisa Baptista (de 26 anos e 33ª no ranking mundial), o projeto social escolinha Formando Campeões, do triatleta Juraci Moreira, completa cinco anos.

“Era um sonho que tinha para o pós-carreira, oferecer a chance de crianças e adolescentes praticarem esporte de forma gratuita. Estou conseguindo consolidar esse trabalho. Implantamos o núcleo inicial em Curitiba, e hoje já são 11 deles pelo Brasil (7 em São Paulo, 2 em Curitiba e 2 no Ceará). Atendemos 500 crianças, de oito a 16 anos”, afirma Juraci à Agência Brasil.

Os últimos dias foram daqueles que me fazem renovar as energias para continuar me esforçando em prol das crianças que fazem parte do meu projeto @escolinhadetriathlon que acontece em Curitiba-PR, minha cidade natal... hoje temos 04 núcleos da escolinha com mais de 200 alunos que tem acesso ao esporte que me trouxe tantas alegrias, o TRIATHLON, de maneira 100% gratuita. Ser o padrinho e gestor deste projeto é uma responsabilidade imensa com os pais, crianças, professores e patrocinadores. Mas como sempre falo para todos nas minhas visitas aos núcleos, o sucesso deste projeto é a soma de esforços de muitas pessoas que acreditam que o esporte educa, o esporte disciplina, o esporte traz saúde e o esporte muda as famílias... muito obrigado aos envolvidos diretamente que são professores, coordenadores, prestadores de serviços, e principalmente aos patrocinadores e apoiadores. Contem sempre comigo, com a seriedade e esforço que pratiquei durante muitos anos para me tornar um atleta 3x olímpico. #esporte #educa #triathlon #escolinhadetriathlon #formandocampeoes #navida #noesporte

Uma publicação compartilhada por Juraci Moreira OLY (@juracimoreira) em 31 de Ago, 2019 às 4:32 PDT

“Dá muito trabalho. Mas é uma alegria chegar lá no núcleo e ver o sorriso das crianças e conversar com os pais. A maioria nem sabia o que era o triatlo. E agora estão praticando o esporte. Esse é o maior ganho que tenho nesse projeto. São realidades bem diferentes. No Ceará temos 50 vagas em cada um dos dois núcleos em comunidades carentes. Já no Paraná as necessidades são diferentes. Mas não fazemos nenhuma distinção. É uma soma de conhecimento e uma troca de experiências que vale muito a pena”, declara Jurai.

Atualmente, com a pandemia do novo coronavírus (covid-19), o foco principal da escolinha está no curso de formação de treinadores, que acontece em Curitiba até o próximo 21. “O objetivo é preparar os novos núcleos da escolinha e aprimorar os antigos, deixando tudo pronto para o retorno às atividades presenciais”, diz Juraci Moreira. Também participam da atividade o coordenador do projeto, Ricardo Júnior Cardoso, os professores Ronaldo Mateus, Fábio Marturano, Jéssica Rodrigues, Rodolfo Desinho, Carlos Oliveira e Hélcio Kricky, além do bombeiro Carlos Ernesto Borges de Macedo.

Dia de brincar de nadar, pedalar e correr com as meninas no nosso condomínio, e assim brincando elas passaram uma manhã se divertindo praticando um esporte e se tornando oficialmente TRIATLETAS . .