PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Manifestantes fazem ato contra Bolsonaro e em defesa da democracia em SP

O protesto é realizado por integrantes de torcidas organizadas de futebol, entidades estudantis, coletivo de mulheres, movimentos sociais, entre outros

18:49 | 14/06/2020
Manifestações contra Bolsonaro ocorrem na Paulista (Foto: Nelson Almeida/ AFP)
Manifestações contra Bolsonaro ocorrem na Paulista (Foto: Nelson Almeida/ AFP)

Também neste domingo, 14, manifestantes realizam um protesto em defesa da democracia e contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Avenida Paulista, Centro de São Paulo. A concentração do ato começou às 14 horas próximo ao Museu de Arte de São Paulo (Masp). O grupo segue em caminhada pela avenida, no sentido Paraíso. As informações são do portal G1.

O protesto é realizado por integrantes de torcidas organizadas de futebol, entidades estudantis, coletivo de mulheres, movimentos sociais, entre outros. Eles também fazem manifestações contra o racismo. Uma faixa grande com os dizeres "Fora Bolsonaro" foi estendida. Informações coletadas pelo portal até 16 horas indicam que o protesto seguia pacífico. Os dois sentidos da Avenida Paulista estavam interditados.

Esse é o terceiro domingo consecutivo em que ocorrem atos a favor da democracia na cidade de São Paulo. No domingo passado, o protesto aconteceu no Largo da Batata, em Pinheiros, depois que uma decisão judicial proibiu atos antagônicos na Avenida Paulista.

Na quarta-feira, 10, o Ministério Público de São Paulo fechou acordo com grupos opositores para implementar rodízio de manifestações pró e contra o governo de Jair Bolsonaro na Avenida Paulista aos domingos.

A maioria dos manifestantes usa máscaras de proteção contra o novo coronavírus. Conforme Secretaria da Segurança Pública (SSP), estavam proibidos o uso de bandeiras e faixas com mastros e hastes, guarda-chuvas, bastões para tirar fotos, além de armas de fogo e armas brancas.

Segundo a SSP, 4.300 policiais militares reforçam o policiamento nos protestos deste domingo. Representantes do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Ordem dos Advogados Brasileiros (OAB) foram convidados pela SSP para acompanhar a ação da PM durante o ato.

Em Fortaleza, o ato Protesto Pela Vida percorreu a avenida 13 de Maio neste domingo e se concentra na Praça da Gentilândia.

Ato a favor de Bolsonaro muda de local

Também neste domingo, ocorrem atos a favor do presidente Jair Bolsonaro. Após fechamento da Esplanada os manifestantes mudaram de local. Eles estão na área central de Brasília. Grupos se reuniram no Setor Militar Urbano e na Praça do Buriti, em frente à sede do governo do Distrito Federal.

A manifestação é a favor do governo Bolsonaro e em defesa de medidas inconstitucionais, como o fechamento do Congresso, o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e uma intervenção militar.