PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Cearense é morta a tiros em pousada no interior da Paraíba; suspeita é de feminicídio

Suspeito já foi identificado pela Polícia Civil da Paraíba. Lúcia Suelene tinha 29 anos e estava hospedada com um homem na pousada há três dias

Matheus Facundo
19:24 | 19/05/2020
A cearense estava hospedada em uma pousada há três dias com um homem
A cearense estava hospedada em uma pousada há três dias com um homem (Foto: Arquivo pessoal/Via WhatsApp O POVO)

A cearense Lúcia Suelene da Silva Sampaio, 29 anos, natural do Crato, foi assassinada a tiros uma pousada em Marizópolis, sertão da Paraíba, na madrugada desta terça-feira, 19. O autor seria um homem que estava hospedado com ela no local. De acordo com a Polícia Civil da Paraíba, a suspeita é de crime de feminicídio. 

O homem já foi identificado pela 19ª Delegacia Seccional da Polícia Civil das regiões de Sousa e Pombal, que atende Marizópolis. Conforme o delegado Neto, titular da delegacia, agentes de segurança estão em diligências para localizar o autor do crime. Policiais foram acionados ao local por volta das 2h30min. O suspeito fugiu do local a pé com a arma do crime na mão.

O estabelecimento fica em um posto de combustíveis no município paraibano. De acordo com funcionários, Lúcia estava hospedada no local com o homem há três dias. Segundo o delegado Neto, a cearense já era conhecida na região e já havia se hospedado outras vezes na pousada e em municípios vizinhos. Na tarde desta terça-feira, 19, o dono da pousada, frentistas do posto e outras testemunhas prestaram depoimento sobre o caso.

Familiares da vítima foram buscar o corpo de Lúcia, que já foi encaminhado ao Ceará para o sepultamento. A cearense atualmente morava em Fortaleza, mas residiu por muito tempo no município de Nova Olinda, na região do Cariri.