PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Bolsonaro e filhos perdem seguidores em redes sociais; Moro tem saldo positivo após sair do Governo

Dados são da consultoria Bites, que acompanha as redes sociais da família Bolsonaro desde 2017. Moro, Doria e Wiltzel saíram com saldo positivo.

Natália Coelho
12:17 | 25/04/2020
Presidente Jair Bolsonaro perde seguidores após acusações de ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro
Presidente Jair Bolsonaro perde seguidores após acusações de ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro (Foto: EVARISTO SA / AFP)

Atualizada dia 25/4, às 12h45min

Jair Bolsonaro e seus filhos Flávio, Eduardo e Carlos, perderam cerca de 90 mil de seguidores em suas redes sociais após acusações do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro. Essa é a primeira vez que o presidente perde seguidores desde 2017, segundo dados coletados pela consultoria Bites, que acompanha as redes sociais de Jair Bolsonaro desde o dia 1º de setembro de 2017. As informações foram atualizadas às 20 horas desta sexta, 24. 

Leia também | Sergio Moro cai do ministério, mas reage com ataques a Bolsonaro

Segundo a pesquisa, entre o pronunciamento do ex-ministro e a coletiva de imprensa realizada pelo presidente, cerca de 86.427 contas deixaram de seguir a família Bolsonaro. Já Sérgio Moro, conquistou 160.248 novos seguidores no Twitter e Instagram, além de reunir 2,5 milhões de menções ao seu nome. Os governadores João Doria e Wilson Witzel, de São Paulo e Rio de Janeiro, respectivamente, também terminaram o dia com saldo positivo.

O ex-ministro acusou o presidente de interferir em investigações da Polícia Federal contra seu filho mais velho, Flávio Bolsonaro, ao demitir o diretor-geral do órgão, Marcelo Valeixo. O senador estaria envolvido com milícias e em esquemas de “rachadinhas” - desvio do salário pré-acordado de funcionários ou de “servidores fantasmas” - em construções no Rio de Janeiro, segundo acusações do site The Intercept Brasil.

Leia também | Matéria do The Intercept Br acusa Flávio Bolsonaro de envolvimento com milícia e esquema de rachadinhas 

De acordo com a pesquisa, postagens sobre o presidente com menções negativas somaram 773 mil tuítes ainda nesta sexta, 24. Jair Bolsonaro também foi o perfil que mais sofreu com a perda de seguidores entre sua família.