PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Morre jornalista e escritora Mariana Kalil, vítima de um melanoma

A gaúcha tinha 47 anos e faleceu na manhã deste domingo. Velório foi restrito aos familiares e amigos mais próximos, em função do coronavírus

17:32 | 22/03/2020
Morre Mariana Kalil.
Morre Mariana Kalil. (Foto: Reprodução/Facebook)

A jornalista e escritora Mariana Kalil morreu, em Porto Alegre (RS), na manhã deste domingo, 22. Mariana era gaúcha, tinha 47 anos e tratava um melanoma, forma agressiva de câncer de pele. A informação foi confirmada ao portal G1 por fontes próximas aos familiares.

Por orientação sanitária em função da pandemia de coronavírus, o velório da jornalista e escritora foi fechado à família e amigos íntimos e ocorreu no crematório Angelus, em Porto Alegre. Formada em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), a escritora trabalhou por duas vezes no Grupo RBS: assinou a coluna Contracapa, no Segundo Caderno, e foi editora da revista Donna, onde ainda escrevia crônicas bem-humoradas na coluna Por Aí.

Mariana é autora dos livros Peregrina de Araque, Vida peregrina e Tudo Tem uma Primeira Vez. Trabalhou nos jornais Zero Hora, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil, nas revistas Época e Istoé, e teve passagens na BBC e na Band. A jornalista deixa o marido, Carlos Eduardo Sperotto e os pais, Renato Kalil e Iolanda Kalil, além dos irmãos Lúcia e Conrado. 

com informações do Portal GaúchaZH

 

Veja uma das últimas publicações de Mariana Kalil:

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

O amor e o carinho de todos vocês, perseguidoras e perseguidores, me impulsiona como uma malabarista que voa pelo céu encantado em seu trapézio mágico. O amor e o carinho da minha família e amigos é o que me mantém firme e forte até aqui, com desequilíbrios e tropeços, sim. Mas com muito aprendizado. Não foram dias fáceis, não tem sido nada fácil e tampouco será daqui por diante. Mas, com fé, força e coragem, chegará o dia em que vamos emergir juntos lá do fundo desta tempestade - e então bastarão algumas braçadas e já estaremos do outro lado da margem deste mar revolto. O lado da cura. Amanhã, já posso voltar a comer batatinha em casa. E vamos em frente. #bepositive

Uma publicação compartilhada por Conteúdo Com Humor (@mari_kalil) em