PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Cachorro deficiente que foi abandonado duas vezes no mesmo dia tem fila de interessados na sua adoção

Após ser abandonado pelos tutores, Timtim foi acolhido pela Secretaria de Proteção Animal (Sempa) de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, e recebeu dezenas de pedidos de adoção

Izadora Paula
14:48 | 07/01/2020
O cachorro Timtim, que foi abandonado duas vezes no mesmo dia pelo casal de tutores, recebeu dezenas de pedidos de adoção
O cachorro Timtim, que foi abandonado duas vezes no mesmo dia pelo casal de tutores, recebeu dezenas de pedidos de adoção (Foto: Reprodução/Facebook/Prefeitura de São Leopoldo)

O cachorro Timtim, que foi abandonado duas vezes no mesmo dia pelo casal de tutores, recebeu dezenas de pedidos de adoção. Segundo publicação na página do Facebook da Prefeitura de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, os candidatos estão passando por avaliação para impedir que o animal seja abandonado por uma terceira vez.

O titular da Secretaria de Proteção Animal (Sempa) de São Leopoldo, Anderson Ribeiro, explica que um questionário está sendo aplicado aos interessados. "Faremos uma série de entrevistas até esta sexta-feira, 10. Não temos pressa. Ele está muito bem sob nossos cuidados e só será liberado quando nos certificarmos de uma adoção responsável", frisou.

Por conta da deficiência de Timtim nas duas patas dianteiras, a residência do candidato à adoção também é interesse da Sempa. "Ele arrasta muito o pescoço no chão. A casa adotante deve ter, por exemplo, um piso frio, sem britas ou ranhuras para não machucar o pescoço do cão".

A publicação também destaca que existem cerca de 6 mil cães na cidade aguardando adoção, 300 desses no canil municipal. O secretário disse esperar que a comoção em torno do abandono de Timtim, assim como sua ampla divulgação nas redes sociais, incentive as pessoas a adotar estes animais. "O canil conta com 30 animais amputados, outros 20 com paralisia e dez cegos", afirmou.

Sobre o caso

Timtim foi entregue à Secretaria de Proteção Animal (Sempa) no dia 2 de janeiro, por um homem que afirmou ter o encontrado na rua, em frente ao trabalho. Após denúncias e imagens obtidas em câmeras de videomonitoramento, foi possível constatar que Timtim foi abandonado por duas vezes no mesmo dia, pelo casal de tutores. Por uma briga, a esposa abandonou o cachorro em frente à empresa onde o marido trabalha. Ao encontrar Timtim, o marido usou o veículo da empresa para levá-lo até a Secretaria de Proteção Animal, onde não informou ser o responsável pelo cachorro.

O caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Polícia de São Leopoldo. Conforme reportagem do G1 de Rio Grande do Sul, testemunhas foram convocadas para prestar depoimento. A pena prevista para quem comete maus-tratos contra animais, conforme a Lei de Crimes Ambientais, é de três meses a um ano de detenção, além de multa.