PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

50% dos nordestinos acham que resposta de Bolsonaro à crise do óleo nas praias foi ruim ou péssima

92% dos entrevistados tinha conhecimento do desastre ambiental

09:29 | 23/12/2019
Morador de Fortim, no Ceará, mostra óleo recolhido na praia do município. Óleo atingiu o litoral de todos os Estados do Nordeste.
Morador de Fortim, no Ceará, mostra óleo recolhido na praia do município. Óleo atingiu o litoral de todos os Estados do Nordeste. (Foto: AURÉLIO ALVES)

De acordo com pesquisa feita pelo instituto Datafolha, 50% dos nordestinos acreditam que o governo do presidente Jair Bolsonaro lidou de forma ruim ou péssima com a crise ambiental nas praias da região causada por manchas de óleo. Cerca de 29% dos entrevistados afirmaram que a resposta à crise foi regular e apenas 16% opinaram que foi ótima ou boa.

Foram entrevistadas 2.948 pessoas em 176 municípios das cinco regiões do Brasil. Todos eram maiores de 16 anos. A pesquisa foi realizada nos dias 5 e 6 de dezembro de 2019. As informações foram divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo.

A opinião dos brasileiros no geral, sem recorte por região do País, também é de maioria negativa. 42% dizem que foi ruim ou péssima. A porcentagem de quem acredita que foi regular e ótima ou boa aumenta, com 31% e 23%, respectivamente.

Dos entrevistados, 92% tinham conhecimento sobre o desastre ambiental. Também com divisão por ocupação, a pesquisa mostra que 46% dos empresários acredita que a resposta foi ótima ou boa. Enquanto para estudantes, 60% consideram ruim ou péssima.