PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Motorista de aplicativo é desligado após se recusar a transportar mulher transexual

O caso aconteceu na segunda-feira, 9, e foi compartilhado nas redes sociais por uma amiga da vítima

Izadora Paula
18:15 | 12/12/2019
Motorista se recusou a transportar passageira por ela ser transexual
Motorista se recusou a transportar passageira por ela ser transexual (Foto: Reprodução/Twitter)

Um motorista de aplicativo foi expulso da plataforma após se recusar a transportar uma mulher transexual no Rio de Janeiro. O caso aconteceu na segunda-feira, 9, e foi compartilhado nas redes sociais por uma amiga da vítima. As informações são do Uol.

Em entrevista para Uol, Darllen, de 28 anos, relatou que havia solicitado a viagem e o motorista demorou a chegar. "Quando chegou, passou por mim. Percebeu que eu era trans, parou bem mais à frente e ligou o pisca-alerta. Eu falei com ele [pelo aplicativo] que estava esperando, ele perguntou se eu era travesti e disse que não ia me buscar depois que confirmei", relatou.

Após o ocorrido, uma amiga de Darllen compartilhou no Twitter os prints da conversa da passageira com o motorista, além da identificação do aplicativo e do homem. A postagem obteve 19 mil curtidas.

Através da rede social, a Uber respondeu: "Lamentamos muito a experiência de discriminação que a Darllen enfrentou. Assim que tomamos conhecimento da denúncia, bloqueamos o motorista do nosso aplicativo".