PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Operação da Polícia Federal investiga venda de sentenças no Tribunal de Justiça da Bahia

Faroeste busca desarticular possível esquema criminoso para venda de decisões judiciais por juízes e desembargadores

09:27 | 19/11/2019
Operação Faroeste investiga venda de decisões judiciais no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA)
Operação Faroeste investiga venda de decisões judiciais no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira (19) a Operação Faroeste para desarticular um possível esquema criminoso voltado a venda de decisões judiciais por juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA). Além disso, a ação também investiga corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico influência.

Conforme informações iniciais da Polícia Federal, a ação envolve mais de 200 policiais federais, que cumprem quatro mandados de prisão e 40 mandados de busca e apreensão em gabinetes, fóruns, escritórios de advocacia, empresas e nas residências dos investigados, nas cidades de Salvador, Barreiras, Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia, na Bahia, e em Brasília.

LEIA TAMBÉMOperação Expresso 150: STJ confirma condenação de desembargador cearense por "extorsão" de servidores do TJCE

LEIA TAMBÉMApós 4 anos, veja as punições a desembargadores e advogados por vender sentenças

Ainda segundo a PF, também há ordem de afastamento de quatro desembargadores e dois juízes de suas funções. Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e têm por objetivo localizar e apreender provas complementares dos crimes praticados.

De acordo com informações iniciais apuradas pelo CORREIO, um dos mandados de prisão na capital baiana está sendo cumprido no bairro do Rio Vermelho.

Procurado pelo CORREIO, o TJ-BA não se posicionou até o momento da publicação dessa reportagem.

*Do Correio para a Rede Nordeste