PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Queimadas no Brasil crescem 82% em relação ao mesmo período de 2018, aponta Inpe

Comparando o mesmo período nos meses de janeiro a agosto - foram 71.497 focos em 2019, contra 39.194 em 2018

David Moura
08:54 | 22/08/2019
TOTAL DE FOCOS de queimadas também supera média histórica para o mês (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
TOTAL DE FOCOS de queimadas também supera média histórica para o mês (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

As queimadas no Brasil aumentaram 82% em relação a 2018, se compararmos o mesmo período nos meses de janeiro a agosto – foram 71.497 focos em 2019, contra 39.194 no ano passado. Esta é a maior alta e também o maior número de registros em 7 anos no Brasil. Os dados são do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), gerados com base em imagens de satélite. As informações são do portal online G1. 

De acordo com o levantamento, cinco estados tiveram um maior aumento no número de queimadas no Brasil desde o início de 2019, em comparação com o mesmo período em 2018: Mato Grosso do Sul, com uma alta de 260% em relação ao ano passado; Rondônia, com 198%; Pará, com 188%; Acre, com 176%; e Rio de Janeiro, com 173%.

Os dados do Inpe também apontam o número de Unidades de Conservação e Terras Indígenas que sofrem com as queimadas: são 32 e 36, respectivamente. Os incêndios florestais também atingiram outras partes do mundo em julho: a agência espacial americana (Nasa) aponta mais de 2,7 milhões de hectares na Sibéria; na Espanha, o sistema de monitoramento Copernicus, apoiado pela agência espacial europeia (ESA), registrou a pior série de incêndios florestais em 20 anos.

Confira os gráficos: