PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Alexandre Nardoni volta ao regime fechado após decisão judicial

Falta de exame psicológico é o argumento utilizado para a regressão da pena de Nardoni

13:39 | 13/08/2019
Alexandre Nardoni foi condenado pelo assassinato da filha Isabela
Alexandre Nardoni foi condenado pelo assassinato da filha Isabela(Foto: Banco de dados)

A Justiça de São Paulo cassou a progressão de pena de Alexandre Nardoni e o preso deve voltar ao regime fechado na penitenciária de Tremembé. O homem estava em regime semiaberto desde abril deste ano, saindo para trabalhar e voltando apenas para dormir na prisão. O argumento dos desembargadores da 4ª Câmara Criminal é a falta de um exame psicológico, conhecido como “teste do borrão”, que Nardoni não chegou a fazer antes de ser concedido a progressão de pena.

Segundo informações do portal UOL, o relator Luís Soares de Mello Neto afirmou que mesmo Nardoni tendo cumprido requisitos temporais necessários para ser concedido progressão de pena, não é possível provar a completa readaptação social do preso. O exame psicológico, chamado de Rorschach, não aconteceu por falta de um profissional adequado para performá-lo.

Mello Neto explica que Nardoni ainda nega os fatos do crime, o que não deixa claro se ele prefere não externalizar a admissão ou se entende que não praticou o assassinato. É preciso, segundo o desembargador, entender melhor o psicológico de Nardoni, por isso a necessidade do exame.

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, sua esposa na época do crime, foram condenados pelo homicídio de Isabella Nardoni, filha de Alexandre. Anna Carolina também foi beneficiada com o regime semiaberto desde 2017 por bom comportamento dentro da prisão.

 

Redação O POVO Online