PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Record terá de pagar indenização de R$ 50 mil a Fernanda Lima por notícia de traição de Hilbert

A modelo entrou com uma ação judicial contra Fabíola Reipert após ela veicular em seu blog uma notícia acusando seu marido, Rodrigo Hilbert, de traí-la

16:05 | 03/07/2019
AGN_1454932 - Rio de Janeiro, BRASIL  -  Famosos no Show do Ney Matogrosso, Vivo Rio - Centro do Rio de Janeiro.

Pictured: Ney Matogrosso

AgNews 11 JANEIRO 2019 

BYLINE MUST READ: Wallace Barbosa / AgNews

 
Xico Silva
telefone: (21) 98240-2501
email: agnews.fotografia@gmail.com
      Caption
AGN_1454932 - Rio de Janeiro, BRASIL - Famosos no Show do Ney Matogrosso, Vivo Rio - Centro do Rio de Janeiro. Pictured: Ney Matogrosso AgNews 11 JANEIRO 2019 BYLINE MUST READ: Wallace Barbosa / AgNews Xico Silva telefone: (21) 98240-2501 email: agnews.fotografia@gmail.com Caption(Foto: Wallace Barbosa / AgNews)

A Rede Record foi condenada, em segunda instância, pela justiça do Rio de Janeiro, a pagar uma indenização de R$ 50 mil à apresentadora Fernanda Lima. Em 2015, a modelo entrou com uma ação contra a jornalista Fabíola Reipert após ela veicular, em seu blog no R7, no ano de 2014, uma notícia acusando seu marido, Rodrigo Hilbert, de traí-la. 

De acordo com o desembargador Fernando Cerqueira Chagas, relator do processo, o conteúdo publicado por Fabíola em seu blog fugiu completamente do teor informativo e teve como intuito apenas denegrir, de forma sensacionalista, a imagem de Fernanda. Ainda segundo ele, a Record e Fabíola Reipert extrapolaram os direitos da liberdade de expressão dos meios jornalísticos.

"A publicação com informações maliciosas quanto ao comportamento do marido da autora extrapola o dever de informar, em clara intenção de sensacionalismo e, sem dúvida, atingiu a honra da autora. Caracterizada a ofensa à imagem, à reputação, à honra ou à dignidade do indivíduo, é devida indenização pelos danos de ordem extra patrimonial sofridos", afirmou o desembargador em sua decisão.

A emissora ainda chegou a argumentar que não teria responsabilidade alguma pelo conteúdo publicado pela jornalista em seu blog. Contudo, o desembargador afirmou que, como o portal R7 lucra com a publicidade do conteúdo publicado no blog, é de sua responsabilidade lidar com os eventuais danos que ele pode causar.

Assessoria de comunicação da Record informou que não irá se manifestar sobre os assuntos jurídicos da emissora.

Redação O POVO Online