PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Projeto Comprova combaterá desinformação em políticas públicas

O trabalho, coordenado pela Abraji e pela organização não-governamental britânica First Draft, rendeu mais de 1,7 mil artigos publicados entre os veículos participantes.

00:01 | 28/06/2019

Jornalistas de 24 veículos de todo o País voltarão a somar forças em nova etapa do Projeto Comprova, dessa vez com foco no combate a desinformação sobre políticas públicas. A nova etapa da coalizão, que terá participação do O POVO, foi lançada oficialmente nesta quinta-feira, 27, durante o congresso da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

Na edição do ano passado, o Comprova acompanhou a campanha presidencial e verificou 146 conteúdos falsos ou enganosos que circularam nas redes sociais e aplicativos de mensagens. O trabalho, coordenado pela Abraji e pela organização não-governamental britânica First Draft, rendeu mais de 1,7 mil artigos publicados entre os veículos participantes.

“Estamos em uma era de desinformação, e esse é um problema que não vai simplesmente ir embora”, diz Claire Wardle, CEO do First Draft. “Essa é a nossa realidade agora, então temos que parar de falar em soluções. Temos que nos perguntar como podemos, enquanto veículos de mídia, trazer informação qualificada e educar as pessoas”, explica.

No projeto, todo conteúdo produzido é submetido à avaliação de todos os veículos inscritos e só é publicado caso haja consenso sobre a procedência da informação. No ano passado, o trabalho conjunto desmentiu uma série de boatos de grande repercussão, como o de que urnas estariam sendo fraudadas para registrar votos apenas a Fernando Haddad (PT).

O presidente da Abraji, Daniel Bramatti, destacou grande êxito da primeira etapa do Comprova, que motivou uma série de apelos por uma nova fase do projeto. Ele destaca que, apesar do fim das eleições, o País segue polarizado e suscetível à proliferação de boatos nas redes.

Além da checagem conjunta, o Comprova também promove ações educativas, como cursos online sobre verificação de fatos. A coalizão tem patrocínio do Google News Initiative, do Facebook Journalism Project e do WhatsApp.

Carlos Mazza

O repórter viajou a convite do Projeto Comprova