PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Só 42% das classes D e E estão conectadas à Internet, aponta Ipea

Conforme a pesquisa, o acesso à rede ainda está longe de ser disponível para toda a população brasileira. Enquanto mais de 90% das pessoas nas classes A e B utilizam a internet, apenas 42%, que são das classes D e E, estão conectadas.. Homens e pessoas que possuem renda mais alta estão entre os usuários mais assíduos

10:22 | 14/06/2019
De acordo com o levantamento, 61% das residências possuíam acesso à rede em 2017, num total de 120 milhões de usuários acima dos 10 anos.
De acordo com o levantamento, 61% das residências possuíam acesso à rede em 2017, num total de 120 milhões de usuários acima dos 10 anos.(Foto: Agência Brasil / Marcello Casal Jr)

O uso da Internet está se tornando mais popular no Brasil. De acordo com dados do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) e divulgado nesta semana pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revelou que 61% das residências possuíam acesso à rede em 2017, num total de 120 milhões de usuários acima dos 10 anos – o que equivale a cerca de 67% dos brasileiros.

A pesquisa fez um levantamento sobre se os brasileiros estão desconectados ou assíduos na Internet, diferença no acesso feito em comparação por classe, local de moradia (urbano ou rural), idade e gênero.

Conforme a pesquisa, o acesso à rede ainda está longe de ser disponível para toda a população brasileira. Enquanto mais de 90% das pessoas nas classes A e B utilizam a internet, apenas 42%, que são das classes D e E, estão conectadas.

Outra diferença também notável é entre a área urbana e rural. Nesse caso, mais de 70% dos habitantes que vivem em cidades estão conectados à Internet. Já entre os moradores do campo, 44% têm acesso à rede.

Os jovens e adultos entre 10 e 34 anos são os que possuem a maior presença no ambiente virtual. Do total de leitores de jornais online, 58,5% dos internautas estão nessa faixa etária. Já os usuários que possuem 60 anos ou mais, representam 5,3%.

Questionado sobre a principal atividade realizada na internet, 76% acessam jogos online e têm entre 10 e 34 anos, divididos em: 27,6% (de 10 a 15 anos), 28,2% (16 a 24 anos) e 20,2% (25 a 34 anos).

Entre os hábitos dos públicos masculino e feminino, de acordo com o levantamento, o uso da Internet para a leitura de jornais ou escutar música é maior entre os homens (51,3%) do que entre as mulheres (48,7%). Além disso, a presença masculina é maior em jogos online e baixar conteúdo de games e filmes, sendo de 60%.

David Moura/O POVO Dados