PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

"Eu não tinha conhecimento", diz MC Mirella sobre acusações de aliciamento de adolescente

A cantora é acusada pela influenciadora digital Gabriela Rocha de oferecer R$ 5 mil para que ela aceitasse sair com um amigo pessoal. Na época, a jovem tinha 16 anos

16:39 | 16/04/2019
MC Mirella responde a acusações de aliciamento de menores de idade.
MC Mirella responde a acusações de aliciamento de menores de idade.(Foto: Reprodução/Instagram)

A funkeira MC Mirella resolveu quebrar o silêncio e divulgou, em seu canal no YouTube, um vídeo onde se pronuncia sobre as acusações de envolvimento em esquema de aliciamento de menores. A cantora é acusada pela influenciadora digital Gabriela Rocha de oferecer R$ 5 mil para que ela aceitasse sair com um amigo pessoal. Na época, a jovem tinha apenas 16 anos.

"Estou achando um absurdo. Eu sustendo mais de 10 famílias. Trabalho e ralo muito. A pessoa que fez isso não tem noção alguma. Você tem pais e eu também tenho pais. Você pensou neles? Sabe como eles estão? Minha vó, que é uma senhora de idade, me ligou desesperada quando viu a notícia na televisão. Isso são inverdades", disse Mirella no início da gravação.

"Eu vim aqui dar um esclarecimento aos meus fãs. Você mexeu, principalmente, com o meu caráter e não se mexe com o caráter de uma mulher. Isso me deixou muito brava. Eu não tenho nada contra quem faz esse tipo de coisa que você me acusou, tá? Eu não julgo a vida de ninguém. Esse quebra-cabeça tá muito confuso e quem começou ele vai ter que terminar", continuou a funkeira.

Nos minutos seguintes, Mirella dá início a uma leitura das mensagens que teriam sido trocadas entre ela e Gabriela, enquanto rebate cada uma delas. "Eu não tinha o conhecimento que você era menor de idade, tanto que quando eu mandei a mensagem pra você no Instagram, no seu perfil tinha que você era modelo. E, pelas fotos que você postou, pra mim você era muito desenvolvida. Por que você não me disse?", indagou.

"Eu estava te explicando que você ia fazer presença VIP. Modelo faz presença VIP. Eu não sei se você já trabalhou com isso, mas o cachê é alto", disse a cantora sobre a acusação de ter oferecido R$ 5 mil reais para a jovem viajar com seu amigo.

"Depois de dois anos você vem com isso. Eu fico muito triste. Você também deveria postar as conversas que você teve com ele. Eu não tinha conhecimento de nada isso. Quando ele me procurou pra contratar foi profissionalmente. Eu ainda tô muito chocada com essa história e eu espero que vocês [fãs] tenham entendido", finalizou a artista.

De acordo com a revista Quem, Mirella já contratou um advogado para se defender das acusações.

Entenda o caso

No último sábado, 13, a influenciadora digital Gabriela Rocha divulgou em seu perfil no Twitter diversas conversas onde MC Mirella tentava convencê-la a sair com um amigo. Na época, a jovem tinha apenas 16 anos e afirmou que a funkeira teria oferecido R$ 5 mil para que ela viajasse até o Paraguai para encontrar com o homem.

"Eu tinha 16 anos quando isso aconteceu. Tive medo de postar isso antes. Só que o negócio é o seguinte: existem vários famosos que vemdem crianças", escreveu Gabriela. "Tudo começou quando um homem veio atrás de uma amiga minha para fazer uma parceria. Ela não quis fazer a parceria, mas ela me indicou. Ele me propôs um kit de maquiagem completo pra eu postar no meu Instagram e marcar a loja dele, só isso. Aí eu comecei a perceber que a conversa tava começando a ficar estranha, porque eu tinha 8 mil seguidores na época. Eu não era tão famosa e ele me oferecia cachês altos", explicou a jovem.

O envolvimento de MC Mirella no caso, segundo a influencer, se deu após alguns meses do primeiro contato com o homem. "Ela falou: 'Ele me mandou falar com você, porque você já deve ter negado'. Eu já sabia que era ele. Eu pensei: 'Para a Mirella ter vindo falar comigo, ela deve ter recebido algo'. Eu sabia que ele era dono de shopping no Paraguai, mas não vou falar o nome dele porque ainda tenho medo. Estou contando isso porque não gosto desse tipo de coisa. Eu tive cabeça para não aceitar, mas e se fosse outra menina?", finalizou.

Redação O POVO Online