PUBLICIDADE
Notícias
veja vídeo

Jornalistas detidos em Venezuela são deportados para os Estados Unidos nesta terça-feira

Nas imagens, o jornalista Jorge Ramos afirma que os profissionais da imprensa tiveram seu material de trabalho e tudo que tinha sido registrado "roubado" pelas autoridades venezuelanas

21:02 | 26/02/2019
A ordem de deter os jornalistas teria partido diretamente do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro (Foto: Marcelo Garcia / Venezuelan Presidency / AFP)
A ordem de deter os jornalistas teria partido diretamente do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro (Foto: Marcelo Garcia / Venezuelan Presidency / AFP)

Um grupo composto por seis jornalistas foi deportado para os Estados Unidos após ficarem detidos na sede do governo venezuelano. O Sindicato Nacional de Trabalhadores da Imprensa (SNTP) da Venezuela informou que a equipe foi escoltada até o aeroporto pelo Serviço de Inteligência venezuelano.

Um integrante da equipe que foi deportada publicou vídeo no Twitter, registrando o momento em que embarcava no avião.

Nas imagens, o jornalista Jorge Ramos afirma que os profissionais da imprensa tiveram seu material de trabalho e tudo que tinha sido registrado "roubado" pelas autoridades venezuelanas.

De acordo com o G1, os profissionais trabalham na Univision Noticias e estiveram detidos no Palácio Miraflores. Um outro jornalista, da Telemundo Noticias, registrava a movimentação no hotel onde os colegas estavam quando foi detido e passou cerca de sete horas sem comunicação alguma.

Segundo o G1, a ordem de detê-los partiu de Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, que teria se irritado com as perguntas e com um vídeo apresentado a ele pela equipe, que mostra jovens do país comendo restos de alimentos retirados de um caminhão de lixo.

Redação O POVO Online