PUBLICIDADE
Notícias

Direção da Enel se reúne com General Theophilo para pedir segurança em estações de energia no CE

Mapeamento dos pontos de transmissão de energia no Estado deverá ser entregue na tarde desta quinta-feira, 24, para que estratégias de segurança sejam traçadas

21:22 | 23/01/2019
NULL
NULL
[FOTO1] 
Corpo diretivo da Enel Distribuição se reuniu nessa terça-feira, 22, com o secretário nacional da Segurança Pública, General Guilherme Theophilo, para solicitar auxílio na proteção das estações de energia no Ceará. Deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB), que esteve presente na ocasião, disse ao O POVO Online que o encontro ocorreu devido aos recentes ataques criminosos contra pontos de distribuição de energia no Estado. Mapeamento dos locais mais críticos deverá ser entregue na tarde desta quinta-feira, 24, para que estratégias específicas sejam traçadas para a área.
  
Além de carros, caminhões e subestações da empresa terem sido incendiados, uma torre de transmissão em Maracanaú foi derrubada durante ações criminosas orquestradas por grupos facciosos desde o dia 2 deste mês.
  
[SAIBAMAIS] 
 
Diante disso, dirigentes da Enel mostraram-se preocupados com a segurança direcionada para esses locais. “O sistema de distribuição de energia se tornou alvo dos criminosos e a gente não pode deixá-lo sem ter prevenção”, pontuou o deputado federal, enfatizando reclamação contra o governo cearense, do qual julga não ter havido “nenhuma sinalização” ou “reforço” para áreas onde estão localizadas as subestações e as redes de transmissão no território cearense.
  
General Theophilo concorreu ao governo do Ceará ano passado pelo PSDB, quando foi derrotado por Camilo Santana (PT), que foi reeleito. Pouco tempo após o pleito, o militar foi anunciado para assumir a Secretaria Nacional da Segurança Pública, órgão ligado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, que é chefiado pelo ex-juiz federal Sérgio Moro.
  
Na época da indicação, Raimundo Matos utilizou as redes sociais para parabenizar Theophilo, a quem chamou de “amigo”. Depois da reunião com os dirigentes da Enel nessa terça, o secretário teria acatado a demanda, “vendo como importante a existência de ações preventivas no sistema de energia”, segundo disse Raimundo Matos.
  
[VIDEO1]
 
“O General se colocou à disposição dessa parceria. Ele disse que não pode atuar diretamente porque o Ceará não está sob intervenção federal, mas pediu que, amanhã (24) às 15 horas, a Enel e a Chesf (Companhia Hidrelétrica do São Francisco) apresentassem todo o mapa de onde estão as subestações e as linhas de transmissão mais importantes e mais críticas, para que não seja gerado caos (depois de possíveis ataques) no Ceará e em outros estados do Nordeste”, declarou o psdbista.
  
Não reeleito nas últimas eleições, o deputado reafirmou preocupação quanto ao provável prejuízo causado aos cearenses em ações criminosas que sejam bem sucedidas. “Dependendo da extensão do ataque, o dano pode não ser recuperado em meia hora, em uma tarde ou até mesmo em um dia. Automaticamente iria gerar mais um problema social, com mais insegurança, porque algumas regiões iriam ficar no escuro”, projetou, complementando: “O prejuízo pode ser muito grande e imensurável”.
  
Planejamento
  
De acordo com o deputado federal Raimundo Matos, General Theophilo adiantou que iria comunicar ao governador Camilo Santana para incluir as demandas da Enel na programação das forças de segurança do Ceará. “Ele (Theophilo) pode disponibilizar helicópteros do Exército e da Polícia Rodoviária Federal para realizar sobrevoos e a supervisão nos locais”, revelou o parlamentar.
  
O psdbista informou ainda que o secretário da Segurança Pública enfatizou sobre a necessidade de mapeamento dos principais pontos de transmissão no Estado para poder pensar em estratégias específicas para conter ações criminosas. Documento da Enel deverá ser entregue às 15 horas desta quinta-feira.
  
Encontro
  
Além do próprio secretário General Theophilo e do deputado federal Raimundo Matos, estiveram presentes no encontro o presidente da Enel, Nicola Cotugno, o presidente do conselho de administração, Mário Santos, e o executivo de relações institucionais da empresa, José Nunes.
TAGS