PUBLICIDADE
Brasil
TOCANTINS

Morre triatleta que teve pé amputado durante competição em Tocantins

Ludimilla Barbosa foi levada em estado grave para a UTI do Hospital Geral de Palmas. Ela teve o pé esquerdo amputado após ser atingida por lancha dos bombeiros

18:10 | 04/12/2018
Foto: Reprodução/Facebook

A triatleta Ludimilla Barbosa oliveira, de 40 anos, morreu na manhã desta terça-feira, 4, após passar dois dias internada em estado grave na UTI do Hospital Geral do Tocantins (HGT). A mulher teve o pé esquerdo amputado enquanto participava da 6° etapa do circuito estadual de Maratona Aquática do Tocantins, no lago Palmas. As informações são do G1.
 
A morte da atleta foi confirmada pela Secretaria Estadual da Saúde, que em nota informou que Ludimilla passou por todos os procedimentos necessários mas não resistiu. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal de Palmas (IML), pois a vítima sofreu acidente e será necessário que o IML realize o exame de necropsia para indicar a causa da morte.
 
 
Após o acidente, a Marinha instaurou inquérito para investigar o acidente. De acordo com o comandante da Marinha de Palmas, Capitão Alberto Ramos, falar sobre a investigação ainda é prematuro. "O inquérito que foi instaurado hoje pela Capitania Fluvial do Araguaia Tocantins irá detalhar estas circunstâncias com o propósito de apurar as causas e responsabilidades", explicou".
 
Redação O POVO Online