Primeiro dia de prova do Enem traz questões sobre violência contra a mulher e racismoNotícias do Brasil 

PUBLICIDADE
Notícias


Primeiro dia de prova do Enem traz questões sobre violência contra a mulher e racismo

Foram citados o protesto feminista no Miss Peru 2018 e a ativista Rosa Parks, que desafiou o segregacionismo nos EUA

16:50 | 04/11/2018
NULL
NULL
[FOTO1]A primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), aplicada neste domingo, 4, trouxe em suas questões temáticas como violência contra a mulher, racismo, Declaração Universal dos Direitos Humanos e saúde do trabalhador. No primeiro dia, os estudantes são testados com 45 questões de linguagens, 45 questões de história, geografia e filosofia e uma redação. O tema da redação deste ano foi "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet".
 

A prova de linguagens trouxe duas questões relacionadas a feminismo e violência contra a mulher. Em uma delas, foi citado o protesto feito pelas 23 candidatas ao Miss Peru 2018, que denunciaram estimativas de feminicídio, agressões e assédio sexual contra a mulher. O tema também apareceu em uma questão que mostrava uma campanha de divulgação de números de violência contra a mulher feita em Porto Alegre em 2017. A prova também trouxe um trecho do livro 1984, de George Orwell, e questões sobre os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e a Agenda 2030 da ONU. 

[SAIBAMAIS]O racismo foi abordado em um texto sobre a estética de beleza de homens e mulheres negros. A ativista americana Rosa Parks, que desafiou o segregacionismo nos EUA ao recusar se levantar de uma cadeira destinada a brancos em um ônibus também apareceu na prova. Houve também uma questão que relacionava a saúde do trabalhador e o tempo perdido no deslocamento em grandes cidades. 

Na parte de ciências humanas, foi exigido dos estudantes conhecimentos sobre a obra a "Confissões", do filósofo e teólogo Santo Agostinho, Primeira República, história da conquista da América e a derrota dos Astecas. A prova de geografia trouxe questões sobre os ciclones tropicais, a dinâmica da hidrologia e a crise hídrica que afetou estados como São Paulo em 2014. 
 
Informações são dos portais Folha de S. Paulo e G1
 
Redação O POVO Online 
TAGS