PUBLICIDADE
Notícias

Jovem atingida por pedrada após tentativa de estupro morre em Pernambuco

A jovem, de 18 anos, foi atacada por um homem enquanto dormia. Ao tentar reagir, a vítima foi atingida por uma pedrada na cabeça

10:23 | 19/07/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

Morreu no final da noite dessa quarta-feira (18) a moradora de rua que foi atingida por pedrada na cabeça após uma tentativa de estupro na Rua da Aurora, no Centro do Recife. Vitória Thais Braz da Silva, de 18 anos, estava dormindo na altura do Instituto de Identificação Tavares Buril quando foi surpreendida por um homem que tentou agarrá-la.

 

Inconformado pela reação da vítima, o homem jogou uma pedra na cabeça de Vitória. Ela foi socorrida pelo Samu e levada às pressas para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, área central do Recife.

 

A vítima passou por exames durante o período da manhã e esteve em observação no HR. Mas, por volta das 23h dessa quarta-feira, ela não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo.

 

Segundo testemunhas, o suspeito de ter cometido a tentativa de estupro e a agressão é conhecido como “Erick”. Ele teria por volta de 30 anos. A polícia ainda não conseguiu prendê-lo.

 

Jaboatão

 

Uma outra mulher também foi vítima de violência após ser morta com quatro tiros pelo próprio marido, no bairro de Engenho Velho, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, na manhã desta quarta-feira (18).

 

De acordo com o 25° Batalhão da Polícia Militar, a mulher estaria tentando se separar do homem, que também não se poupou e atirou na própria cabeça e foi socorrido em estado grave. A vítima é Sandra Botelho, que tem, aparentemente de 50 a 55 anos, e é bancária aposentada.

 

O marido, Maurício Viana, mecânico conhecido na comunidade, não aceitava o fim do relacionamento e tomou a trágica decisão. A perícia da polícia identificou que dentro do carro de Sandra estavam vários objetos pessoais, o que inicialmente levanta a linha de segmento de que ela estaria tentando retirar as coisas e sair de casa.

 

Uma das filhas do casal estava dentro do quarto quando ouviu os tiros e correu para se esconder, pensando que se tratava de um assalto ao estabelecimento do pai. Ainda segundo o militar, a filha da vítima chegou a ligar para o marido, dizendo que a casa estava sendo assaltada. Funcionários da oficina, que estava em funcionamento, perceberam uma movimentação estranha do patrão e momentos depois escutaram os tiros.

 

Com a chegada da PM na casa, a mulher já foi encontrada morta no corredor próximo à escada que dá passagem para a oficina, e o marido estava agonizando. A equipe de policiais fizeram o socorro do homem para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do mesmo bairro onde aconteceu o crime, em Engenho Velho. Em estado grave de saúde, por perder massa encefálica, ele foi transferido para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, na área central do Recife. 

 

JC Online

Via Rede Nordeste 

TAGS