PUBLICIDADE
Notícias

Juíza que avalia pedido de liberdade de Suzane Richthofen descarta exame psicológico

O teste solicitado pelo Ministério Público é o Rorschach, que mostra características da personalidade do paciente. Detenta pode ser solta nos próximos dias

16:31 | 16/02/2018
A juíza Wania Regina Cunha, da Vara de Execuções Criminais de Taubaté, São Paulo, rejeitou a necessidade de submeter a detenta Suzane Richthofen a exame psiquiátrico para decidir sobre a autorização do regime aberto. Com isso, a presa pode ganhar liberdade nos próximos dias. As informações são do portal G1

O exame que seria realizado é chamado de teste de Rorschach. É uma técnica de análise psicológica que expõe características da personalidade do paciente, que não são revelados em outras avaliações. Os irmãos Cravinhos, cúmplices de Suzane no assassinato dos pais dela em 2002, ao solicitarem o regime aberto foram submetidos ao exame. 
 
[SAIBAMAIS]
 
O pedido da avaliação foi feita pelo Ministério Público, que considerou necessário submeter a presa a exames psiquiátricos antes de decidir se ela pode ser beneficiada pelo regime aberto. Caso Wania Regina decida favoravelmente ao pedido da defesa de Suzane, ela pode deixar o presídio imediatamente. 
 
 
Redação O POVO Online 
TAGS