PUBLICIDADE
Notícias

Morre socialite Carmen Mayrink Veiga aos 88 anos

Ela era vista como uma das mais bem vestidas mulheres do Brasil a partir dos anos 1950

14:06 | 04/12/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

A socialite Carmen Mayrink Veiga morreu na noite desse domingo, 3, aos 88 anos. Ela estava internada no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, e morreu em casa. Há anos, Mayrink tinha paraparesia espástica tropical, uma doença infecciosa que afeta o cérebro e dificulta os movimentos. Carmen deixa dois filhos e cinco netos. A informação é da Folha de S. Paulo.

Mayrink era vista como uma das mais bem vestidas mulheres do Brasil a partir dos anos 1950. Parte de uma família tradicional, ela nasceu em Pirajuí, interior de São Paulo. Seu pai era financista e foi, também, cônsul na Itália.

[VIDEO1] 

Sua filha, Antônia Freringm lamentou a morte em uma rede social. Ela publicou uma foto de Mayrink com vestido de gola alta e grandes brincos com e uma emoji de coração partido na legenda. 

Ela frequentava desfiles de moda quando se casou com o empresário Tony Mayrink. Eles permaneceram casados até 2016, ano em que ele veio a morrer. No período da ditadura militar, a família Mayrink Veiga teve uma rádio.

Entre as pessoas que se relacionaram com o casal esteve o escritor Truman Capote, autor do clássico "A Sangue Frio". Os artistas plásticos Andy Warhol e o brasileiro Di Cavalcanti retrataram Carmen em um quadro.

                                                                               Redação O POVO Online

TAGS