PUBLICIDADE
Brasil
RIO DE JANEIRO

Justiça determina que conteúdo ofensivo contra Caetano Veloso seja retirado de redes sociais

Caso descumpra a decisão, o réu terá de pagar multa de R$ 300 por dia, fixado o teto de R$ 30 mil

11:17 | 15/11/2017

Na ação, o artista pede indenização por danos morais e a retirada de conteúdo ofensivo (Foto Divulgação)
 

O réu Flávio Azambuja Martins foi condenado pela Justiça do Rio de Janeiro a retirar, em 48 horas, comentários e mensagens injuriosas postadas em redes sociais como Facebook e Twitter contra o cantor Caetano Veloso. A decisão é da juíza Flavia Goncalves Moraes Alves, da 14ª Vara Cível da Capital, que concedeu tutela antecipada e determinou a retirada do conteúdo.

Na ação, o artista pede indenização por danos morais e a retirada de conteúdo ofensivo. Caso descumpra a decisão, o réu terá de pagar multa de R$ 300 por dia, fixado o teto de R$ 30 mil.

“Analisando os elementos trazidos aos autos, bem como as mensagens e palavras descritas na documentação acostada na inicial, não resta dúvida acerca da natureza difamatória e ofensiva destas, podendo acarretar ao autor consequências irreparáveis no que tange à sua imagem e ao seu nome”, diz o texto da decisão.

De acordo com informações do G1, a juíza designou uma audiência de conciliação entre as partes para o dia 24 de janeiro de 2018.

Redação O POVO Online