PUBLICIDADE
Notícias

Jovem dá 11 tiros no rosto de menina em escola na cidade de Alexânia, em Goiás

Conforme informações preliminares, ele teria interesse em namorar Raphaella

19:02 | 06/11/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Dentro da Escola Estadual 13 de Maio, em Alexânia, cidade goiana a 88 km de Brasília, a adolescente Raphaella Noviski, de 16 anos, foi assassinada. O suspeito é um jovem de 19 anos. O crime aconteceu na manhã desta segunda-feira, 6. A informação é do site do Metrópoles.

Conforme o major e comandante da 34ª Companhia Independente da Polícia Militar de Alexânia, Josmar Pedrosa, o suspeito foi visto no lado de fora do colégio. Ele teria pulado o muro da instituição de ensino e usado um revólver calibre .32 para assassinar Raphaella.

A garota estava dentro da sala de aula no momento em que foi assassinada, aproximadamente às 8h. O rapaz não estuda no colégio e teve dificuldade para achar a estudante. Ele saiu perguntando de estudante para estudante e, no momento em que a avistou, abriu fogo contra a adolescente.

Responsável pelo caso, a delegada Rafaela Azzi afirmou ao Metrópoles que o homem admitiu ter disparado 11 vezes contra o rosto da vítima. Para efetuar o crime, ele usava uma máscara. Do lado de fora do colégio, um amigo da família do suspeito aguardava em um carro.

A investigadora adicionou ainda que ele não externou nenhum tipo de arrependimento. Conforma Rafaela, o rapaz disse que tentou presenteá-la, mas, como ela não estava dando "moral a ele", optou por praticar o crime. "Ou seja, indício de crime passional", afirmou.

Segundo a delegada, as investigações indicam que o rapaz que aguardava no carro foi cúmplice da ação. Ele nega que tinha conhecimento da intenção do rapaz. Como já havia dado outras caronas, pensou que essa seria apenas mais uma. Ela, no entanto, alega que tudo indica conivência, visto que ele ficou parado no carro, ouviu os disparos e viu a correria dos estudantes.

Conforme a Polícia Militar (PM), quando o suspeito de ter assassinado a adolescente foi abordado, ele afirmou que o dizia repetidamente ter ódio da menina. Conforme informações preliminares, ele teria interesse em namorar Raphaella.

                                                                              Redação O POVO Online

 

TAGS