PUBLICIDADE
Brasil
CRIME

Ex-BBB Laércio é condenado a 12 anos de prisão por estupro

O tatuador participou da edição de 2016 do Big Brother Brasil

19:32 | 12/09/2017

ex-BBB laércio de moura
Tatuador participou da edição de 2016 do reality (Foto: Divulgação)

Preso desde maio do ano passado, o ex-BBB Laércio de Moura foi condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável, na tarde desta terça-feira, 12. As provas contra o curitibano foram encontradas em computadores, pen-drives e celulares pessoais. O crime teria acontecido em 2012. As informações são do Paraná Portal.

Laércio foi condenado pela Vara de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Curitiba. A vítima, à época, seria uma adolescente com 13 anos. Com ele, foram achadas fotos e vídeos com cenas de sexo explícito envolvendo a jovem.

O tatuador participou da edição de 2016 do Big Brother Brasil. Antes mesmo da sua entrada na casa, o participante já gerava polêmica na web, com relatos de que ele aliciava menores. Em publicação no Facebook, o brother já tinha se declarado "efebófilo", que significa sentir atração sexual por adolescentes. 

Ana Paula Renault, famosa por participar de várias polêmicas na mesma edição, o chamou de pedófilo em rede nacional. Na segunda eliminação do programa, Laércio enfrentou a sister no paredão e foi eliminado com 54% dos votos.

Redação O POVO Online