PUBLICIDADE
Brasil
rio de janeiro

Ato na Praia de Copacabana marca Dia de Prevenção ao Suicídio

17:07 | 10/09/2017

Ato do Setembro Amarelo pela prevenção ao suicídio marca o domingo em Copacabana (FOTO: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
 

Um ato na Praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, marcou na manhã deste domingo, 10, o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

O encontro faz parte da campanha Setembro Amarelo, que busca desmistificar o tema e incentivar as pessoas a procurar ajuda psiquiátrica.

Com cartazes, balões amarelos e carro de som, o ato teve ginástica dançante e transmitia mensagens positivas, como "sorria para a vida" e "sorrir e falar são as melhores soluções".

A manifestação foi organizada pelo psiquiatra Jorge Jaber, membro da Associação Brasileira de Psiquiatria, e reuniu também integrantes do Centro de Valorização da Vida (CVV), que fizeram uma caminhada pela orla de Copacabana.

Para o psiquiatra, o preconceito é um dos fatores que influenciam na incidência de suicídios, e a disponibilidade de falar sobre o assunto pode salvar a vida de uma pessoa que esteja com esse pensamento.

"Quanto mais se falar nesse tema, mais pessoas que estão enrustidamente desejando se matar se animarão a conversar com alguém. Se essa pessoa encontrar um ouvido, alguém que a escute, às vezes só por 20 minutos, ela pode mudar de ideia", diz Jaber, que acrescenta: "Há um preconceito. As pessoas acham que [o suicídio] é um defeito moral, de caráter. E a pessoa não fala porque acha que será julgada como um ser mais fraco."

A psicóloga Vera Miranda, da organização não governamental SOS Vida, alerta que a sociedade precisa participar dessa mobilização, pois nem sempre o sofrimento das pessoas próximas é perceptível. "Essa realidade pode bater à nossa porta e nas pessoas que nós amamos. A gente tem que despertar e visualizar que, às vezes, alguém do seu lado está sofrendo", afirma a psicóloga, que aconselha sempre a busca de ajuda de profissionais da área de saúde.

Cristo Redentor
A estátua do Cristo Redentor será iluminada de amarelo das 19h às 20h neste domingo para ajudar a divulgar a campanha. A ação é promovida pela Associação Brasileira de Psiquiatria e pelo Conselho Federal de Medicina.

No mesmo horário, está prevista uma ação de divulgação da campanha durante o clássico Botafogo x Flamengo, no Engenhão. O jogo começa às 19h.

Agência Brasil