PUBLICIDADE
Notícias

"Botava minha bolsinha Chanel no ombro e renunciava", dispara Gretchen sobre crise na política

A artista afirmou não ter a mínima pretensão de voltar à carreira musical. A "rainha da Internet" contou que Katy Perry vai realizar um show no Brasil, no mês de dezembro

21:43 | 06/07/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

Em coletiva de imprensa no Recife nesta quinta-feira, 6, para falar sobre a parceria em um videoclipe da cantora pop Katy Perry, a cantora e atriz brasileira Maria Odete Brito de Miranda, ou simplesmente Gretchen, 58 anos, apontou o que faria se ocupasse um cargo de destaque na política.

“Se fosse presidente e tivesse feito algo errado, jamais diria que vou ficar até o fim. Não teria essa cara de pau. Botava minha bolsinha Chanel no ombro e renunciava linda”, disse a artista. A "rainha da Internet" falou também sobre relacionamentos amorosos e vida artística.

Em 2008, Gretchen concorreu ao cargo de prefeita da Ilha de Itamaracá, no Grande Recife. Com 342 votos, ela ficou em terceiro lugar entre os candidatos mais votados. Segundo ela, dá “graças a Deus” não ter sido eleita. “Nunca imaginei que fosse ver o que estou vendo na política brasileira. Chegamos no maior absurdo. Lá no exterior, tenho que dizer que sou brasileira porque sou, mas tenho muita vergonha”, contou em coletiva.

A artista faz 35 anos que não lança músicas. Sobre a possibilidade de retomar a carreira musical, Gretchen afirmou não ter a mínima pretensão. “Se, mesmo com tudo o que eu gravo, as pessoas só querem ouvir ‘piripiri’ e as músicas de antigamente. Deixa, se já durou 40 anos, deixa durar até a minha morte”, brincou.

[VIDEO1] 

Próximos passos

Na coletiva de imprensa, realizada em uma boate do centro da capital pernambucana, Gretchen revelou que Katy vai realizar um show no Brasil, no mês de dezembro, em um local ainda não definido.

Perguntada sobre uma possível participação, a cantora se limitou a dizer que assinou um contrato de confidencialidade e que, por isso, não poderia dar mais detalhes.

Sobre os relacionamentos amorosos, a atriz e cantora afirmou se incomodar quando é perguntada sobre a quantidade de vezes que casou e que “o que passou, passou”. “Incomoda, acho muito chato e inconveniente falar sobre meus casamentos. Não importa o que passou. Se você quer ser feliz, não importa quantas vezes. O homem fica com 10, 15 pessoas no mesmo dia. Por que a mulher não? Lavou, tá novo, como a música do Frank Aguiar”, brincou.

Redação O POVO Online

TAGS