PUBLICIDADE
Notícias

Modelo brasileira é vítima de sequestro e agressão na Tailândia

Ela foi encontrada com vários hematomas, está internada e não corre risco de morte

09:14 | 26/04/2017
Uma modelo brasiliense de 22 anos foi sequestrada e agredida nesta terça-feira, 25, após pegar um táxi em Bangkok, na Tailândia, onde estava para realizar um trabalho fotográfico. A jovem, que não teve o nome divulgado a pedido da família, foi encontrada em um hospital na província de Suphan Buri. As informações são do site G1.
 
Em entrevista ao site, a mãe da modelo, que também não quis se identificar, disse que recebera uma mensagem da filha às 3h da terça-feira avisando que tinha chegado à Tailândia e que em seguida pegaria um táxi para ir até o local das fotos. 
 
Após isso, ainda segundo entrevista ao site, a família ficou cerca de sete horas sem ter contato com a modelo, quando então o namorado ligou e informou sobre o ocorrido. De acordo com informações, a jovem estava com muitos hematomas. “Ficamos sabendo que a nossa filha estava muito machucada.” Apesar de tudo o que aconteceu, ficamos ‘felizes’ por descobrir que ela está viva. Mas estamos muito abalados e esperamos que o consulado e as autoridades nos dêem o suporte necessário” afirmou a mãe ao G1.
 
A Embaixada do Brasil na Tailândia informou em nota que está em contato com a família da vítima e que prestará todo auxílio necessário. “Em respeito à privacidade da brasileira assistida e nos termos do artigo 55 do Decreto 7.724, o Itamaraty não está autorizado a fornecer maiores informações pessoais sobre o caso.”
 
A família informou ao G1 que está recebendo suporte da agência que a modelo representa. Por meio de nota, a empresa disse que, apesar do susto, ela não corre risco de morte. 

Redação O POVO Online

TAGS