PUBLICIDADE
Notícias

"Eu achei maravilhoso", declara estudante que ganhou festa de aniversário com o tema Lula

Thaynara Batista conversou via Facebook com repórter do O POVO. Confira o bate-papo

20:23 | 04/04/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

Nessa terça-feira, 4, pelo inbox do Facebook, a estudante Thaynara Batista, 21 anos, conversou com O POVO Online sobre a repercussão do tema do seu aniversário, que aconteceu no dia 26 do mês passado.

Toda a decoração de sua festa foi dedicada ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Confira a seguir o bate-papo da estudante com nosso repórter Rômulo Costa.

O POVO Online - Como foi receber a surpresa da festa? Você esperava? O que sentiu quando viu a decoração?

Thaynara Batista - Eu não esperava (risos). Minha irmã foi a mentora e junto com ela, meus amigos o ajudaram. Eu já tinha comentado que se fizesse festa seria com o tema Lula, mas, não tive muito ânimo e eles me surpreenderam. Eu achei maravilhoso. Chorei. Achei engraçada a surpresa e fiquei mega feliz.

OP - Qual tua relação com o ex-presidente Lula?

TB - Admiro de montão o trabalho que ele fez no nosso país. Eu aprendi a admirá- lo. A minha vó também gosta muito dele.

OP - Nesta segunda-feira, 3, o ex-presidente Lula ligou para você. Como foi?

TB - Uma jornalista que trabalha com ele (Lula) me ligou há alguns dias falando sobre a foto. Hoje, ela me ligou pra conversar e disse que passaria a ligação pra outra mesa. Quando foi pra outra mesa, ele (Lula) conversou comigo.

OP – O que vocês conversaram?

TB - Ele me deu parabéns. Conversamos sobre minha vida. Ele disse que estava muito orgulhoso por eu estar na segunda graduação e lutando por um país melhor. Lula destacou também a importância de sermos revolução no país e que estão tirando tudo da gente agora...

OP - A foto teve muita repercussão. Como você tem lidado com isso?
TB - Meus amigos estão compartilhando a imagem sem parar. A repercussão foi maior do que eu esperava. Já recebi umas mensagens pesadas. Pelo Facebook, tiveram uns caras que mandaram mensagem me chamando de medíocre e dizendo que eu apoiava ladrão... Mas, eu bloqueie todos (risos). Fico chateada com a situação. A minha intenção não é provocar ninguém. Ganhei uma festa com o tema de alguém que admiro como profissional e pessoa, não saio por aí achando que todos precisam aceitar meu posicionamento político.

Redação O POVO Online

TAGS