PUBLICIDADE
Notícias

Temer participa de cerimônia em homenagem a vítimas do acidente

Vítimas da tragédia com o avião da Chapecoense recebem a Ordem do Mérito Desportivo ainda no aeroporto, onde será realizada cerimônia de honrarias fúnebres. O presidente não irá à Arena Condá, onde acontece o velório coletivo

08:26 | 03/12/2016

O presidente Michel Temer chegou por volta de 8h50min no aeroporto de Chapecó (SC) para acompanhar o desembarque dos corpos das vítimas do acidente aéreo na Colômbia com o time da Chapecoense. Temer chegou acompanhado de autoridades e políticos, entre eles, o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo.

[SAIBAMAIS] 


Temer permanecerá no aeroporto para receber os corpos e não irá à Arena Condá, onde ocorrerá o velório coletivo das vítimas. No próprio aeroporto, será realizada uma cerimônia de honrarias fúnebres em que o presidente entregará às famílias das vítimas a Ordem do Mérito Desportivo.


A homenagem será prestada ao time de futebol e às 77 pessoas que estavam na aeronave, das quais 71 morreram. De acordo com o Planalto, a medalha é um reconhecimento do governo e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao País pelas vítimas da tragédia.


Cortejo e funeral


Após a cerimônia no aeroporto, haverá um cortejo pelas ruas da cidade catarinense que deve durar cerca de uma hora e meia. Três caminhões decorados com a bandeira e as cores do time vão desfilar com os caixões. Eles já estão posicionados no pátio do aeroporto.


Após o cortejo, os corpos serão levados para a Arena Condá, onde acontece o velório coletivo. Durante a primeira hora, a cerimônia será fechada, apenas com a presença da família e dos amigos das vítimas. Apesar de serem esperadas mais de 50 mil pessoas no velório coletivo, apenas 19 mil poderão entrar no estádio para não exceder a capacidade máxima do local. Na área externa da Arena Condá, foram instalados telões e banheiros químicos para as pessoas que não conseguirem ingressar na cerimônia.

 

Agência Brasil
TAGS