PUBLICIDADE
Notícias

Universitária cearense é presa com 5,9 kg de haxixe no Aeroporto de Recife

Estudante receberia R$ 10 mil para transportar droga da Europa para o Brasil. Ela entregaria o material ilícito a uma pessoa no Rio de Janeiro

17:23 | 15/11/2016
NULL
NULL

[FOTO1] 

Uma estudante cearense de Nutrição foi presa pela Polícia Federal (PF) em Pernambuco, após desembarcar com 5,9 kg de haxixe no Aeroporto Internacional dos Guararapes, em Recife. A prisão de Ana Larissa Tomé Soares, de 18 anos, sem antecedentes criminais, ocorreu por volta das 22h desta segunda-feira, 14.

Conforme a Polícia Federal, Ana Larissa desembarcou em Recife vindo de um voo de Barcelona. Os agentes da PF estranharam o comportamento da cearense, que estava sozinha na fila de desembarque e não parava de observar os trabalhos dos profissionais da PF e da Receita Federal. A universitária foi selecionada para submeter sua bagagem ao aparelho de raio-x.

 

Durante a vistoria, os policiais encontraram 47 cápsulas de haxixe. Segundo a PF, Ana Larissa afirmou que receberia R$ 10 mil para fazer o transporte do entorpecente da Europa para o Brasil. Ela disse à PF que recebeu a proposta de um presidiário, sem detalhar a identidade do detento, que atualmente cumpre pena no sistema carcerário do Ceará.

 

[FOTO2] 

A universitária embarcou em Fortaleza no último dia 14 de outubro para o Rio de Janeiro, onde fez contato com uma pessoa que nunca tinha visto, que lhe passou orientações e seguiu para Barcelona no dia 16 de outubro. Na cidade espanhola, pegou a bagagem com a droga e comprou a passagem aérea para retornar ao Brasil por Recife. O objetivo da jovem era pernoitar na capital Pernambucana e seguir para o Rio de Janeiro, onde faria a entrega do haxixe.

 

Ana Larissa foi encaminhada para a Colônia Penal Feminina, onde ficará à disposição da Justiça Federal. Além do material ilícito, a PF apreendeu R$ 2 mil, um celular, passagens aéreas e um passaporte.

TAGS