PUBLICIDADE
Notícias

Bruno Gagliasso registra queixa por ofensas racistas contra a sua filha Titi

Bruno já havia informado que denunciaria os comentários escritos em foto publicada pela mãe da menina. A delegada do Rio informou que dois suspeitos já foram identificados

13:47 | 16/11/2016
NULL
NULL

[FOTO1] 

O ator Bruno Gagliasso prestou queixa, nesta quarta-feira, 16, contra comentários racistas direcionados à sua filha, Titi, 2. As mensagens foram escritas em uma foto publicada na semana passada pela mãe da menina, a atriz Giovana Ewbank, em perfil no Instagram.

"Eu acho que, não só pra minha filha, mas pra qualquer outro caso. Isso é muito sério. Isso é crime. Eu acho que quem fez tem que pagar, não adianta. Os responsáveis vão ser punidos", afirmou o ator em entrevista na saída da unidade policial, na Zona Norte do Rio.

A delegada Daniela Terra, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), informou que dois suspeitos foram identificados e podem responder por injúria por preconceito, que é injúria qualificada, e pelo crime de racismo, com pena de reclusão de 1 a 4 anos.

"Esses criminosos serão identificados, eles se utilizam da internet como subterfúgios, acreditando que estão passando despercebidos por estarem fazendo uso das redes sociais, mas não estão. Não adianta apagar o perfil e os comentários”, disse a delegada.

Nesse último domingo, 13, Bruno participou do programa “Domingão do Faustão” e comentou a decisão de fazer a denúncia. “Minha filha tem algo que esses caras não têm: amor. Em relação ao preconceito, a gente tem que ser intolerante. Eu fiz o que eu tinha que fazer. Agora cabe à polícia. Temos policiais bons e vão descobrir. Se combate o preconceito de duas maneiras: com o amor e a Justiça”.

Titi foi adotada por Bruno e pela atriz Giovanna Ewbank, no Malawi, no sudeste da África.

Redação O POVO Online

TAGS