PUBLICIDADE
Notícias

Comitiva cearense tem cerca de mil pessoas em ato em Brasília a favor da vaquejada

Protesto é contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou inconstitucional a Lei Estadual cearense nº 15.299/13, referente à regulamentação das vaquejadas como práticas esportivas

11:43 | 25/10/2016
NULL
NULL

[FOTO1] 

Uma comitiva cearense com cerca de mil pessoas participa do ato em Brasília, contrário à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou inconstitucional a Lei Estadual cearense nº 15.299/13, referente à regulamentação das vaquejadas como práticas esportivas. Desde quinta-feira, 20, foram deslocados 40 caminhões e três ônibus para o protesto, além de carros particulares e voos com destino ao Distrito Federal. O movimento é organizado pela Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ) e conta com a participação de associações de todos Estados.

[SAIBAMAIS]O objetivo do ato é mobilizar os parlamentares em Brasília. Um grupo do Ceará foi recebido nesta manhã no gabinete do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), segundo o membro da Associação Cearense de Vaquejada, Toninho Romero, responsável pela organização da comitiva cearense. Ele diz que as expectativas são boas nos bastidores da política no DF e que, além de Eunício, os deputados federais Domingos Neto (PSD-CE), Vitor Valim (PMDB-CE) e Raimundos Matos (PSDB-CE) e o deputado estadual Duquinha (Pros-CE) demonstraram apoio à manifestação.


"Temos aqui do tratador de cavalo ao empresário. Queremos mobilizar a parte política daqui, mostrar o impacto que (a decisão do STF) vai causar. A gente está falando de 700 mil empregos que são gerados de maneira direta e indireta. São afetados cerca de duas milhões e 200 mil pessoas", afirmou Toninho.

[FOTO3]
A programação do ato em Brasília teve início às 8h e se estenderá pela noite desta terça. Às 18h, os manifestantes realizam concentração em frente ao Congresso Nacional. Artistas cearenses como Sirano, Tony Guerra, Luizinho de Irauçuba e Rita de Cássia participam da mobilização, conforme informou membros da comitiva do Ceará.

 

 

TAGS